Aguarde...

auto-on

Durante a guerra a valente Vespa virou um canhão

Além de ter sido uma febre entre os jovens nos anos 60, a Vespa teve um papel importante durante a guerra

| Auto ON

 

A Vespa 150 TAP foi criada para ajudar os paraquedistas franceses a se deslocarem em terra (Foto: Divulgação)

A empresa francesa ACMA (Ateliers de Construction de Motocycles et Automobiles) detinha a concessão para produzir as italianas Vespas em seu país. Em 1956, a empresa introduziu o valente scooter que possuía um motor de 150 centímetros cúbicos, um cilindro e dois tempos na guerra, ao produzir a Vespa 150 TAP-Troupes Aéro Portées. A Vespa era utilizada por paraquedistas, que as jogavam de dentro do avião antes de pularem e terem como se locomover em terra. Além de serem reforçadas, as Vespas TAP tinham agregado um enorme canhão e muita munição. Mas elas não eram como tanques de guerra, que disparavam bombas com o ágil motociclista pilotando. O paraquedista tinha que montar o canhão em um tripé e assim municiar e disparar.

Mais do ACidade ON