Aguarde...
Auto ON

auto-on

Multas pelo uso do celular em Campinas é o dobro do Estado

Gravíssima, a multa por uso de celular pode dobrar se combinada com outra infração, a condução sem as duas mãos ao volante

| Auto ON

  

Motorista é flagrado falando ao celular
Enquanto o uso do celular ao volante representa 7,5% das multas no Estado de São Paulo, no município de Campinas esse número sobe para 14% do total de infrações aplicadas na cidade em 2020.

Em Campinas, o peso dessa infração frente ao total de multas aplicadas na cidade passou de 6,5 % em 2017, para 8,8% (2018), para 10% (2019), 14% (2020). Foram registradas 2896 multas deste tipo em 2017, 3436 em 2018, 3392 em 2019 e 2434 em 2020.

Segundo o Detran do Estado de São Paulo, em 2017, esse tipo de infração representava apenas 3,4% do total, menos da metade do percentual registrado no ano passado.

O crescimento nesse período foi contínuo: 4,4% em 2018 e 4,9% em 2019. Em 2017 foram 65 mil multas por uso indevido de celular ao volante. Em 2018, 75 mil, em 2019, 69 mil e em 2020, 66 mil.

Dicas:

1 - Manusear o celular dirigindo é perigoso tanto para o motorista quanto para o pedestre. Ao desviar a atenção para o aparelho, o condutor pode causar acidentes e o pedestre ser atropelado.
2 - Ao tirar a mão do volante para mexer no celular o condutor não terá o mesmo controle físico do veículo. .
3 - É importante verificar as mensagens antes de sair de casa e depois de chegar ao destino, pois ao digitar uma mensagem o cérebro focará apenas nessa ação, e a direção ficará em segundo plano.
4 - Ouvir mensagens de voz enquanto dirige também traz riscos ao motorista porque desvia a atenção de sons do trânsito como buzina e sirene.
5 - Colocar o aparelho no meio das pernas também não é indicado pois distrairá o condutor quando tocar.
6 - Dirigir mexendo no celular é uma infração gravíssima, com 7 pontos na CNH e multa de R$ 293,47.