Aguarde...
Auto ON

auto-on

Cai a produção de motocicletas no Polo Industrial de Manaus

Com 110.376 unidades licenciadas em maio, as vendas alcançaram o melhor resultado do ano, desde de maio de 2014

| Auto ON

 

Fábricas vão produzir 1.060.000 motocicletas em 2021
O PIM - Polo Industrial de Manaus produziu 103.792 motocicletas em maio, de acordo com dados da Abraciclo - Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares.  

Segundo levantamento, o volume é 15,1% menor que o registrado no mês anterior (122.220 motocicletas). Na comparação com o mesmo mês do ano passado, quando as fábricas localizadas em Manaus produziram apenas 14.809 unidades, houve alta de 600,9%. Naquele período a capital amazonense foi fortemente impactada pela primeira onda do coronavírus e as fábricas estavam retomando, gradativamente, suas atividades.  

O presidente da Associação, Marcos Fermanian, afirma que o setor mantém sinais de recuperação. No acumulado de janeiro a maio, a produção de motocicletas totalizou 463.413 unidades, volume similar ao registrado em 2019, período pré-pandemia, quando foram fabricadas 468.984 motocicletas.   

"No momento, as fábricas mostram uma curva de recuperação. No entanto, estamos apreensivos em relação ao ritmo do avanço da pandemia nos próximos meses", avalia. "É preciso acelerar o programa de vacinação para trazer tranquilidade na gestão das nossas fábricas", completa.  

Em relação à distribuição, o executivo afirma que as fabricantes estão regularizando a entrega de motocicletas gradualmente para as concessionárias. "O estoque ainda é baixo e acreditamos que, em poucos meses, conseguiremos normalizar a situação e acabar com a fila", diz Fermanian.

Diante desse cenário, o executivo acredita que o mercado deve continuar aquecido nos próximos meses. A projeção da associação para este ano é produzir 1.060.000 motocicletas, alta de 10,2% na comparação com 2020.