Publicidade

Auto ON

Preço da gasolina e do etanol vêm aumentando todo mês

Combustível foi comercializado acima de R$ 6 em agosto e registrou a segunda maior média dentro do território nacional

| Auto ON -

  

Gasolina tem um aumento de quase 5% no Sudeste
A gasolina comercializada em agosto no Sudeste apresentou um aumento de 4,7% no preço médio quando comparada ao fechamento de maio. O combustível, que registrou a segunda maior média dentro do território nacional, ficando atrás apenas da Região Centro-Oeste, foi encontrado a média de R$ 6,180 nos postos da região.

No comparativo com o mês de julho, o aumento registrado foi de 2,03%, segundo o levantamento do IPTL - Índice de Preços Ticket Log.
O Rio de Janeiro segue liderando com a gasolina mais cara do País. As bombas fluminenses chegaram à média de R$ 6,524 para o litro. Já nos postos mineiros e capixabas, as médias registradas foram de R$ 6,299 e R$ 6,218, respectivamente.

Em contrapartida, São Paulo apresentou o menor preço médio para a gasolina em agosto, comercializada a R$ 5,680 um acréscimo de 2,07%, em relação ao mês anterior.
O etanol mais caro também foi encontrado no Rio de Janeiro, a R$ 5,461. No comparativo com julho, as bombas marcaram um aumento de 2,23% no preço médio do combustível.

Já em São Paulo, apesar do crescimento de 3,03% em relação ao mês anterior, o etanol foi comercializado pelo menor preço médio de todo o território nacional, a R$ 4,280.  

Em Minas Gerais, o diesel e o diesel S-10 foram encontrados pelo maior preço médio da Região, a R$ 4,770, o primeiro, e R$ 4,829, o segundo. Já em São Paulo foi registrado as médias mais baixas para ambos os combustíveis, comercializados a R$ 4,584 e R$ 4,634, respectivamente. No balanço nacional, o tipo comum foi vendido a R$ 4,670 e o tipo S-10 a R$ 4,739.


Mais notícias


Publicidade