Publicidade

Auto ON

Gasolina sobe 43% no ano passado na Região Sudeste

Levando em conta a relação de 70/30 entre a gasolina e o etanol, a opção mais vantajosa para os motoristas na hora de abastecer, é a gasolina

| Auto ON -

 

Gasolina sobe 43%, mas ainda vale mais a pena que o etanol
O preço da gasolina comercializada na Região Sudeste em dezembro de 2021, é 43% superior ao preço médio registrado no mês de janeiro. No início de 2021, o combustível foi encontrado nas bombas a R$ 4,838, menor média dentre os onze meses. Já no fechamento do ano, a gasolina foi comercializada a R$ 6,949 nos postos de abastecimento.

Segundo o levantamento do IPTL - Índice de Preços Ticket Log, no Rio de Janeiro, o litro da gasolina foi encontrado a R$ 7,282, maior média do País. Os postos cariocas também comercializaram as maiores médias entre os quatro Estados da Região para a gasolina e para o etanol, a R$ 6,353 e R$ 7, 282.  

Já os postos paulistas apresentaram o menor preço médio do país para o etanol, a R$ 5,078. Entre os quatro Estados da Região, São Paulo também se destacou com as menores médias para o diesel comum e o S-10, para a gasolina e para o etanol, a R$ 5,309, R$ 5,394, R$ 5,078 e R$ 6,432 respectivamente. O etanol apresentou um recuo de 4,22% em relação a novembro.  

 

O diesel e o diesel S-10 foram comercializados pelo maior preço médio no Estado de Minas Gerais, a R$ 5,477 e R$ 5,554, respectivamente. O Espírito Santo não apresentou recuo em nenhum dos combustíveis, e sim, altas de até 0,31%.  

"O fechamento de 2021 apresentou um cenário de respiro para os principais combustíveis nos Estados da Região Sudeste, com ressalva para o Espírito Santo, conforme o último levantamento da Ticket Log. Quando pensamos na opção mais vantajosa para os motoristas na hora de abastecer, na relação 70/30 entre a gasolina e o etanol, a gasolina é o ideal para o bolso do consumidor", aponta Douglas Pina, executivo de Mercado Urbano da Edenred Brasil.

Mais notícias


Publicidade