Publicidade

brasilemundo

Menina de 10 anos que sumiu após sair para comprar pão é encontrada morta em MG

Menina de 10 anos que sumiu após sair para comprar pão é encontrada morta em MG

| Estadao Conteudo -

O corpo de Bárbara Vitória, de 10 anos, foi encontrado na terça-feira, 2, em Ribeirão das Neves, na Grande Belo Horizonte. Ela estava desaparecida desde o último domingo, quando saiu para comprar pão. Os investigadores trabalham com a hipótese preliminar de crime sexual seguido de estrangulamento.

No último domingo, Bárbara saiu de casa por volta das 17h30, vestindo short rosa e camisa listrada do Atlético-MG. Ela foi à padaria, na rua Sete, no bairro Landi, e saiu do estabelecimento com uma sacola de pão. Familiares disseram que o trajeto costuma ser percorrido em menos de cinco minutos. E que, diante da demora da menina, começaram a procurá-la. O corpo só foi achado dias depois.

Crianças e adolescentes jogavam futebol em um campo de várzea na cidade, quando uma mulher gritou: "É a menina de 10 anos. Ela está aqui, gente! Alguém ajuda!", desesperou-se Kate Botelho, 27 anos, estudante de Psicologia que ajudava nas buscas. Em entrevista aos jornalistas que estavam no local, Kate conta que, inicialmente, os meninos do futebol não acreditaram, e foi preciso gritar mais alto. A polícia foi chamada e a estudante correu, então, para a casa da família de Bárbara.

Com sinais de asfixia, a menina foi encontrada caída no matagal ao lado do campinho, de lado, sem a calça. Segundo Kate, o local costuma ser usado por criminosos para desova de vítimas. O major Wanderson de Araújo Júnior, subcomandante do 40º BPM de Ribeirão das Neves, trabalhou nas buscas desde domingo à noite e lamentou o desfecho. Ao Estadão, ele disse que viu o corpo e ela não estava amordaçada. Também relatou não ter notado sinais aparentes de violência.

O major afirma ainda ter repassado para a Polícia Civil imagens do circuito interno de TV de uma revenda de gás do bairro, que mostram a menina caminhando na rua e conversando com um homem vestindo preto. Ele chegou a ser interrogado e liberado. A Polícia Civil de Minas informa que a investigação segue nos trâmites legais, sob sigilo, até o final das diligências necessárias.

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o momento em que os familiares se desesperam ao ver o corpo da menina. "A minha menina, meu Deus! Minha filha, a nossa pequena!", gritou a mãe de Bárbara, Luciene Vitalino.

O Atlético-MG, clube para o qual a garota torcia, divulgou nota cobrando apuração rigorosa. "Revolta e perplexidade são os sentimentos que nos tomam com a notícia de que a garota Bárbara Vitória Lopes, de 10 anos, foi encontrada morta hoje, em Ribeirão das Neves. Ela vestia uma camisa do Galo. O Galo se solidariza com os familiares de Bárbara e torce para que os responsáveis por esse crime tão cruel sejam encontrados e punidos com o rigor da Lei", publicou o clube.

Na redes sociais, o governador de Minas, Romeu Zema (Novo), disse que a Polícia Civil "terá todo apoio necessário pra solucionar mais este caso, encontrar e punir quem cometeu essa atrocidade".

No início da noite desta terça, cerca de 300 moradores fizeram manifestação perto do local onde o corpo de Bárbara foi localizado. Eles se solidarizavam com a família e pediam justiça. A mãe da menina, Luciene Vitalino, foi ao protesto. Muito emocionada, precisou ser amparada.

Publicidade