Publicidade

acontece no circuito

Startup desenvolve descrição em áudio do Alto da Serra

Projeto desenvolvido pela Freestory, em parceria com o Clube do Voo Livre Alto da Serra (CVLAS), oferece uma experiência em tecnologia 3D, com áudio espacial

| ACidade ON - Circuito das Águas -

Startup desenvolve descrição em áudio do Alto da Serra para deficientes visuais, em Serra Negra (Foto: Ibraim Gustavo Santos)
A startup Freestory, em parceria com o Clube do Voo Livre Alto da Serra (CVLAS), produziu uma descrição em áudio do ponto turístico Alto da Serra, em Serra Negra. A iniciativa proporciona uma experiência em áudio espacial, desenvolvida em tecnologia tridimensional (3D). De acordo com os idealizadores, a atividade permite que pessoas com baixa visão, cegueira parcial ou completa desfrutem do ambiente de forma plena.

"A partir de agora, pessoas com deficiência visual podem aproveitar ainda mais o espaço que é aberto a todas as pessoas, e curtir ainda mais a vibrante sensação de liberdade, em contato puro com a natureza. Tendo uma descrição perfeita e bem montada em áudio para aprimorar essa experiência", afirma o jornalista Ibraim Gustavo Santos, um dos criadores da startup.

A descrição em áudio do ponto turístico oferece algumas curiosidades sobre o local e faz com que o visitante mergulhe na experiência de forma sensorial. Por se tratar de um áudio espacial, recomenda-se que seja ouvido com os fones de ouvido. A iniciativa está presente no site do Clube de Voo Livre e também pode ser consultada no link.

Localizado em Serra Negra, a 1300 metros acima do nível do mar, o Alto da Serra é o pico mais alto do Circuito das Águas e um dos mais elevados do estado de São Paulo, proporcionando uma vista impressionante para mais de 13 cidades da região.

Fundada no ano de 2020, por Ibraim e pela psicóloga Mariane Menegatti, a Freestory é uma plataforma de histórias em áudio que possui narrativas 100% autorais que nasceu durante a pandemia do novo coronavírus. Inicialmente, o projeto foi desenvolvido com foco em histórias infantis, mas já foi expandido para soluções voltadas aos deficientes visuais e pessoas com transtorno do espectro autista.

A startup desenvolve histórias em áudio que detalham temas, como:

*Pontos turísticos, parques, praça, praias e montanhas;
*Lojas, shoppings centers, comércios em geral;
*Produtos, roupas, sapatos, eletroeletrônicos, acessórios;
*Serviços de cardápios, telefonia, ecommerce.

Além disso, também é possível a criação de áudio-séries, narrando situações ou eventos e histórias de empresas, fundadores, entre outros. "Acreditamos muito no poder do storytelling para gerar engajamento do público. Não fazemos simplesmente a áudio-descrição, dizendo que a peça de roupa é branca e tem manga curta. É uma experiência multisensorial completamente diferente", finaliza Mariane Menegatti.

Publicidade