Publicidade

acontece no circuito

Escritor de Socorro produz livro e documentário sobre a Matriz

Materiais abordam a comunidade religiosa, o projeto de construção da primeira e segunda Igreja Matriz da cidade e a interpretação da arte sacra

| ACidade ON - Circuito das Águas -

Morador de Socorro escreve livro e produz documentário sobre a Igreja Matriz (Foto: Morador de Socorro escreve livro e produz documentário sobre a Igreja Matriz (Foto: Augusto Belluzzo)
O escritor e roteirista Augusto Belluzzo escolheu uma maneira criativa de homenagear a cidade em que nasceu, a estância hidromineral de Socorro, localizada no Circuito das Águas Paulista. Com data de lançamento prevista para este ano, Belluzzo irá lançar um projeto sobre a Igreja Matriz em dois formatos diferentes: um livro e um documentário.

As duas obras possuem o mesmo nome e são intituladas "O Sagrado Através dos Tempos: A história da Igreja Matriz". De acordo com o escritor, o projeto nasceu de investigações documentais e pesquisas em documentos históricos, além de captação de relatos e depoimentos de moradores da estância.

Para o autor, o projeto pretende salientar "o patrimônio histórico e cultural que a igreja Matriz representa. Muitas pessoas entram e saem da matriz por motivos inúmeros, mas, nem sempre, reparam na importância que o templo tem para a arte e arquitetura sacra", relata.

Segundo Belluzzo, ambos os formatos podem ser divididos em três partes. A primeira etapa aborda a comunidade religiosa que foi fixada às margens do Rio do Peixe e apresenta os primórdios da construção da primeira Igreja Matriz de Socorro até a última reforma do templo com a chegada do novo pároco.

Já a segunda parte conta sobre o início da construção da nova matriz, idealizada pelo Padre Antônio Sampaio. A terceira e última fase apresenta o momento de mudança no pensamento e na apreciação da arte sacra, assim como no processo de restauração da Matriz.

"Vários artistas deixaram suas marcas ali, como Mário Thomazzi, competente artista no ramo da pintura e, além dele, Marino Del Favero, escultor e santeiro que embelezou com muitas obras as igrejas do Brasil. O motivo, portanto, é o incentivo ao olhar do patrimônio, independente de qualquer religião. O templo é importante para arte e cultura, ou seja, para a identidade de nosso povo", acrescenta Augusto.

De acordo com Belluzzo, o documentário será lançado ainda no primeiro semestre de 2022, e talvez tenha a sua estreia no Cine Orlandi, em Socorro. Já o livro será publicado no segundo semestre, pois está em processo de edição com a editora Pontes, de Campinas.

Publicidade