Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

Cão comido por bicheira fica cego, mas é resgatado

Denúncia partiu de vizinha, inconformada com choro do animal; Alvin está internado em estado grave

| Especial para ACidade ON

Alvin recebendo os primeiros socorros na Clínica Late & Mia
Um cãozinho foi resgatado sendo comido vivo por miíase (bicheira). Estava na casa da própria tutora (dona) em Campinas chorando há dois dias interruptos.  

As larvas comeram parte dos olhos do animal, que ficou cego, informa a protetora Carol Pimenta, da Amor de Bicho - ONG que o resgatou.    

Além disso, dilaceraram parte do ânus e do peito dele. A maior parte das fotos do animal não são passíveis de publicação. 

A denúncia partiu de uma vizinha pelo Facebook. O cãozinho é da raça shih-tzu e se chama Alvin. 

"Ficamos em choque com o nível de negligência. Nem conseguimos imaginar a dor e o desespero que esse cachorro sofreu", afirma Carol.

Alvin foi levado imediatamente à Clínica Late e Mia - que, só pra poder fazer a limpeza, precisou chamar um veterinário-cirurgião. 

Devido à gravidade do caso, o cachorrinho teve que ser transferido para um hospital.  

Está internado com infecção no Centro Veterinário Cambuí.  O estado é grave, mas estável até o momento.   
 
RESGATES SUSPENSOS

Os resgates da Amor de Bicho estão suspensos há um mês por dificuldades financeiras.   
 
Só as dívidas em veterinários são da ordem de 100 mil reais.

A ONG faz o trabalho que é de responsabilidade do Estado, mas não recebe nenhuma ajuda governamental.  

Sobrevive de trabalho voluntário, doações e eventos que promove, mas, devido à quantidade de maus-tratos na região de Campinas, está atolada.  

Atualmente, está com cerca de 120 animais: uma centena de boquinhas para alimentar, tratar e manter com vacinas e vermífugos.  

"Chegamos a um ponto praticamente insustentável, em todos os aspectos. Precisamos pagar nossas contas para continuar de forma sustentável. Não poderíamos ter resgatado Alvin, mas devido à gravidade do caso, não podíamos deixar de socorrê-lo. Mas não tem fim, parece que não adianta. Por mais que a gente se mate por essa causa, a impressão é que nunca venceremos. Precisamos de conscientização. Cada um precisa fazer a sua parte", declara Carol.   
 
Alguns dos 120 animais da Amor da Bicho em busca de adoção responsável

AJUDA  

Pelo botão doar do Facebook  
 
Entrado em contato pelo e-mail: contribua@amordebicho.org.br

Diretamente na Late e Mia: Rua Itália, 333 - Campinas 

Diretamente no Centro Veterinário Cambuí: Rua Maria Monteiro, 1599 - Campinas 




Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Mais do ACidade ON