Aguarde...

colunistas e blogs

Campanha pra arrecadar cobertores é desafio na pandemia

Protetores da região de Campinas se ajudam para conseguir cobertas durante o confinamento pela Covid-19

| Especial para ACidade ON


Meg vivia na rua, mas foi resgatada pelo Abrigo Adorável Vira-Lata; conseguiu adotante e hoje dorme aquecida 
O confinamento devido à pandemia de Covid-19 não interrompeu a solidariedade de voluntários da causa animal. Pelo contrário. Protetores da região de Campinas estão trabalhando em dobro pra conseguir arrecadar cobertores para os pets este ano.  

Um lava-rápido de Campinas virou ponto de arrecadação para os 160 cães de uma ONG de Louveira. O proprietário se compadeceu com este frio e se dispôs a levar as mantas, que forem arrecadas, à cidade vizinha.  

Rodrigo Ferrari é membro do Abrigo Adorável Vira-Lata Proteção e Amor, que cuida de 25 cachorros -  o que faz com que a entidade menor ajude a maior. "Isso é a prova de que todo mundo pode fazer alguma coisa. Todo mundo pode colaborar de alguma forma. Basta ter boa vontade".  

As arrecadações serão levadas à Associação Amigos dos Animais de Louveira (Amalo).  

A ONG começou em 2013, quando a fundadora Priscilla Finamore resolveu abrir um hotel pra pets.  

Como a ocupação das vagas eram esporádicas, a protetora começou a ocupá-las com cães de rua, que precisavam de abrigo ou de cuidados.  

Dois anos depois, fundou a ONG - após decidir que o hotel iria se dedicar exclusivamente aos carentes.    
 
"O abandono e os maus-tratos são constantes. A conscientização sobre cuidados (como vacinação e castração) é muito falha: 80 % dos abrigados em nossa sede são adultos", afirma.
 
Roupinhas, mantas, paninhos, jornal, papelão: tudo é bem-vindo 
A Amalo recebe ajuda de amigos e doadores para manter as despesas e o espaço, que é alugado.  

Faz o trabalho que por lei é de responsabilidade governamental, mas não recebe nenhuma ajuda do governo para isso.  

Precisa constantemente de ajuda para pagar tratamentos veterinários, medicamentos, vermífugos, vacinas, ração, produtos de limpeza - entre outros.  

Tem como missão, reduzir o número de animais abandonados, com ações que promovam a adoção e o controle reprodutivo dos pets.     
 
Hotelzinho virou ONG para animais carentes
A ONG Like Bichos, de Hortolândia, também está se virando.   

Promove feiras de adoção aos finais de semana no Parque das Bandeiras, em Campinas, mas este ano não pôde contar com o ponto de arrecadação no shopping, que está fechado.   

Por isso, está recebendo as doações na Clínica Veterinária Clinpo Vet, em Hortolândia.  

"Tudo serve: qualquer tipo de paninho ajuda a aquecer. Por isso, se você tem aí aquele edredom velho, o cobertor bem usado, as tolhas batidas, doe para nossos irmãos! São dezenas de animais necessitados de amparo", afirma Liliane Costa, presidente da Like. 

PONTOS DE ARRECADAÇÃO  

CAMPINAS
Lava Rápido Top Car: Avenida Abolição, 2848.
WhatsApp: (11) 9-8902-8586

HORTOLÂNDIA
Clinpo Vet: Rua Monteiro Lobato, 309.
Telefone: (19) 3504-3019
 

Mais do ACidade ON