Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

Oxford elege a palavra do ano de 2018: "tóxico"

A definição de tóxico está ligado a pessoas que exalam algum tipo de sentimento ou característica ruim que pode afetar seu dia a dia

| ACidadeON Campinas

A definição de tóxico está ligado a pessoas que exalam algum tipo de sentimento ou característica ruim que pode afetar seu dia a dia
"Tóxico" foi escolhida como palavra do ano pelos dicionários britânicos Oxford, entre uma lista que incluía os termos "gaslighting", "incel" e "techlash". A escolha reflete "o espírito, o humor ou as preocupações" de um determinado ano. Katherine Connor Martin, diretora dos dicionários norte-americanos da empresa, disse ao New York Times que houve um grande aumento no interesse pela palavra durante o ano de 2017.  

A definição de tóxico está ligado a pessoas que exalam algum tipo de sentimento ou característica ruim que pode afetar seu dia a dia. 

Gaslighting é uma forma de abuso psicológico no qual informações são distorcidas, seletivamente omitidas para favorecer o abusador ou simplesmente inventadas com a intenção de fazer a vítima duvidar de sua própria memória, percepção e sanidade

O termo "Incel" é um diminutivo da expressão "involuntary celibates", ou celibatários involuntários. Traduzindo, homens que não conseguem ter relações sexuais e amorosas e culpam as mulheres e os homens sexualmente ativos por isso. 

TechLash (Technology + Backlash) um movimento de revolta contra a hegemonia e poder das grandes tecnológicas como Google e Facebook.

A vencedora do ano passado foi a palavra "youthquake". A expressão, que traduz uma mudança social, cultural ou política significativa consequente das ações ou influência das gerações mais jovens, viu a sua utilização aumentar 401%. 

Em 2016, a palavra escolhida foi "pós-verdade". Em 2015, foi um emoji amarelo que chora de tanto rir.