Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

Óculos de realidade virtual é um perigo para os olhos?

Especialistas alertam para os dois problemas com os quais todos os usuários terão que lidar: fadiga e esforço ocular

| Especial para ACidade ON

 

Médicos alertam que é impossível não sentir qualquer desconforto depois de usar fones de realidade virtual por um longo período de tempo

VR ou realidade virtual é uma tecnologia já presente no dia a dia de muitos. Ainda não é onipresente mas especialistas se perguntam sobre a realidade virtual e o cuidado com os olhos, uma vez que ainda não há estudos significativos que possam listar de forma conclusiva os perigos. Os headsets de realidade virtual oferecem imagens imersivas, geralmente em três dimensões, e o ambiente virtual tenta recriar um mundo como normalmente percebemos fora das periferias do gadget. 

A realidade virtual se baseia no mesmo conceito e usa seus monitores dentro do fone de ouvido para brincar com os pixels, as resoluções e a qualidade das imagens para enganar nossos dois olhos e perceber uma experiência de visualização tridimensional e, portanto, mais imersiva. A exposição constante a esses feeds variados em fones de realidade virtual pode causar alguns problemas. Fabricantes de headsets de realidade virtual têm limites de idade rigorosos e não aconselham crianças de treze ou doze anos para usá-las. Isso pode ser devido aos efeitos desconhecidos da realidade virtual em crianças cuja visão ou visão ainda está se desenvolvendo e talvez possa haver um impacto adverso. Tal medo também é infundado, pois nenhuma pesquisa ou estudo inferiu qualquer dano potencial ao desenvolvimento dos olhos, sua saúde e função. 

Dois problemas com os quais todos os usuários terão que lidar são fadiga e esforço.

Isso não é exclusivo em caso de realidade virtual ou um problema com os fones de ouvido. Isso vale para todas as atividades que demandam foco de visão por um longo período de tempo. Assista televisão por horas ou leia quinhentas páginas de um livro de uma só vez e você vai sentir fadiga ocular e tensão. É impossível não sentir qualquer desconforto depois de usar fones de realidade virtual por um longo período de tempo. Os olhos também podem ficar mais secos do que o normal. Algumas pessoas sentirão tontura. Observar constantemente imagens em movimento obriga o cérebro a pensar que o corpo está se movendo ou que há movimento físico real dos objetos. Aqueles que têm a doença do movimento experimentarão sintomas.

Pessoas com um desequilíbrio diagnosticável na força da visão entre os olhos, olhos desalinhados, percepção de profundidade limitada e qualquer condição que interfira no foco terão alguns problemas. De acordo com Kléber Leite, oftalmologista da iorj.med.br, se você tem ambliopia ou estrabismo, então você deve consultar seu oftalmologista para descobrir a melhor maneira de usar um fone de realidade virtual. Algumas pessoas podem ter que usar seus óculos enquanto usam fones de ouvido de realidade virtual.