Aguarde...

ACidadeON Campinas

boa

COLUNA: Crossfit, sim ou não?

Modalidade tem suas vantagens e desvantagens, mas é preciso ficar atento aos sinais vermelhos

| Especial para ACidade ON

Toda modalidade tem suas vantagens e desvantagens, não tem jeito, pra algumas pessoas funcionam bem, para outras não. Cada indivíduo tem suas especificidades e por isso não podemos colocar tudo "num saco só", se isso acontecesse podemos dizer que seria uma tragédia. 

Bem, quero deixar claro que gosto de crossfit, acho bacana, muito motivante, tenho vários colegas que ministram este tipo de aula, e penso que as pessoas precisam se movimentar mesmo. Em geral, boa parte da população mundial é sedentária, então a idéia é escolher uma modalidade e se divertir. 

No entanto o crossfit, eu não recomendo para todos os públicos, por isso, quero levantar um sinal vermelho pra alguns casos que eu considero que deve ser melhor pensado e avaliado. Converse com seu professor, seu médico principalmente, mas na minha opinião eu optaria por uma outra modalidade. 

Primeiro sinal vermelho Hipertensos, diabéticos, portadores de doenças cardíacas. Em geral, as aulas de crossfit são realizadas em grupos, o professor por sua vez desenvolve um ritmo específico pra aula, ou seja, assim os alunos devem seguir um ritmo parecido.  

Hipertensos, diabéticos e pessoas com doenças cardíacas, eu recomendo algum tipo de aula que tenha um controle melhor do seu ritmo, sendo individualizado, por exemplo, caminhar na esteira, posso colocar a velocidade que quiser, acelerar, desacelerar, sigo meu ritmo. 

Segundo sinal vermelho - Pessoas com artrite, artrose, osteoporose, problemas de coluna. As aulas de crossfit, tem impacto elevado, não tem jeito, por mais que o professor reduza o impacto, tirando um ou outro exercício, é uma aula que o impacto está sempre presente.  

Para este tipo de público recomendo exercícios físicos com impacto reduzido, por exemplo, musculação. No treino de musculação tem total segurança pra adicionar a carga adequada, individualizada, e praticamente podemos dizer que não existe impacto significativo, pois o aluno fica acomodado em um aparelho ou posição estática.  

Existem mais casos, mas quero dar um sinal verde pro crossfit. O crossfit recomendo pra você que tem horror a musculação, que gosta de atividades mais motivante, e lógico que não tem principalmente as doenças que citei acima, mas é claro que isso varia de caso pra caso, nem sempre a doença vai inviabilizar a prática da modalidade.  

Enfim, não podemos ficar parados, espero ter ajudados vocês! 

Até mais!  

Cristian Marino é professor de educação física da academia Movimento. Você pode segui-lo no Instagram e no Facebook.

Mais do ACidade ON