Publicidade

brasilemundo

MJ estabelece normas para visitas íntimas nas penitenciárias do país

Resolução foi publicada hoje no Diário Oficial

| ACidadeON Campinas -

Administração prisional exigirá, para a concessão da visita conjugal, o prévio cadastro da pessoa autorizada no respectivo serviço social do estabelecimento penal (Foto: Denny Cesare/ Código 19)

Uma resolução do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (2), estabelece normas para as visitas íntimas de pessoas privadas de liberdade nos estabelecimentos penais das unidades federadas, cabendo à administração prisional o cumprimento das normas estabelecidas pela resolução.

Em um de seus artigos, o documento diz que a administração prisional exigirá, para a concessão da visita conjugal, o prévio cadastro da pessoa autorizada no respectivo serviço social do estabelecimento penal, bem assim a demonstração documental de casamento ou união estável. E que não se admitirá concomitância ou pluralidade de cadastros de pessoas autorizadas à visita conjugal da pessoa privada de liberdade.

No caso de substituição da pessoa cadastrada, deverá ser obedecido prazo mínimo de 12 meses, contados da indicação de cancelamento pela pessoa privada de liberdade. A periodicidade da visita conjugal deve ser preferencialmente mensal e observará cronograma e preparação de local adequado para a sua realização.

A resolução diz também que não será admitida a visita conjugal por pessoa menor de 18 anos de idade. Exceto nos casos de casamento ou união estável devidamente formalizada em registro público para jovens entre 16 anos e 18 anos de idade.

Em outro item, o documento ressalta que nas situações em que a pessoa visitante se faça acompanhar de criança ou adolescente, a visita conjugal só poderá ocorrer se o estabelecimento penal dispuser de local adequado para espera e acompanhamento da criança ou adolescente por responsável.

Publicidade

Últimas Notícias

Motociclista que roubou menino de 5 anos é preso; veja vídeo
Brasil tem 69,48% da população com 2ª dose da vacina contra a covid
Professores da educação básica terão reajuste no piso salarial
Papa pede que pais não condenem filhos por orientação sexual
Pastora e cantora gospel Ludmila Ferber morre aos 56 anos
Vídeo: criminoso rouba celular de menino de 5 anos
Governadores decidem prorrogar congelamento do ICMS por mais 60 dias
Aneel confirma resultado de leilão feito em setembro para contratar usinas novas
Chuvas colocam barragens em alerta, 3 anos após ruptura em Brumadinho
Mundo atinge maior média diária de mortes por covid em 4 meses
Diabetes avançou entre os adultos jovens no Brasil
SP: população em situação de rua cresce 31% em 2 anos, mostra censo
OMS na Europa diz que fase de emergência da pandemia pode terminar este ano
De spray a pílula, cientistas já miram 2ª geração de vacinas contra a covid
Ômicron afeta transplante de órgãos e estoques de bancos de sangue
Casa Branca reforça à Rússia que invasão da Ucrânia terá severas consequências
Inep confirma realização do Enem 2022 nos dias 13 e 20 de novembro
Covid-19 cresceu no Brasil no início de 2022, afirma Fiocruz
Brasil tem 68,78% da população com 2ª dose contra a covid-19
EUA e Reino Unido registram sinais de estabilização de casos da ômicron

Publicidade

Viu Essa?

Luciano, primeiro eliminado do BBB 22, testa positivo para covid-19
Xepa e Vip BBB 22: confira como ficou a divisão da casa nesta semana
Confira o resumo das novelas: Nos Tempos do Imperador, Quanto Mais Vida Melhor e Um Lugar ao Sol

Mais notícias


Publicidade