Publicidade

brasilemundo

No Rio, Copacabana tem bastante movimento, mas abaixo de um réveillon normal

Por conta da pandemia de covid-19, não haverá shows musicais na praia

| Estadao Conteudo -

Réveillon no Rio de Janeiro (Foto: Reprodução/TV Globo)
 

Por Fábio Grellet
Palco do Réveillon mais tradicional do Brasil, a praia de Copacabana, na zona sul do Rio, tinha bastante movimento, mas muito menor do que em um Réveillon normal, às 17h45 desta sexta-feira (31). Por conta da pandemia de covid-19, não haverá shows musicais na praia - apenas a queima de fogos, que vai começar à 0h do dia 1 de janeiro e durar 16 minutos. Durante toda a tarde, uma chuva de intensidade variada atingiu o bairro - às 17h45 ela era muito leve, mas já tinha sido intensa.

A chuva e a redução do espetáculo não afugentaram os turistas. "Estamos acostumados com essa garoa, ué, viemos de São Paulo", disse a assessora contábil Rachel Oliveira, de 28 anos, que saiu da capital paulista para passar o Réveillon no Rio com três amigas e se instalou na areia de Copacabana às 17h. "É minha primeira viagem desde o início da pandemia (em março de 2020), não aguentava mais ficar em casa. Pode chover à vontade, nada vai me incomodar", disse.

Nas ruas próximas do mar era possível comprar palmas por R$ 3 (ou três por R$ 10) e rosas por R$ 5 - uma das tradições do Réveillon é o lançamento de flores ao mar. Mas no final da tarde havia nas ruas de Copacabana mais vendedores de guarda-chuva e capas de chuva do que de flores ou bebidas. Uma capa custava de R$ 5 a R$ 15, e um guarda-chuva variava de R$ 10 a R$ 30. "Depende da cara do turista, né?", afirmou um vendedor, admitindo que cobra mais de turistas estrangeiros.

O trânsito na avenida Atlântica está interditado desde as 15h. Às 19h o trânsito será interditado em todo o bairro, e só poderão entrar em Copacabana ônibus e carros particulares ou táxis com passageiros que comprovem trabalho, residência ou hospedagem no bairro. O metrô deixará de funcionar às 20h. A partir das 22h, nem ônibus poderá circular por Copacabana.

As balsas com os fogos de artifício que serão acionados à meia-noite estão posicionadas no mar.

Publicidade

Últimas Notícias

Com 779 mortes por covid-19 nas últimas 24h, Brasil tem pior média desde outubro
EUA estudam impor sanções a bancos e empresas, se Rússia invadir Ucrânia
Motociclista que roubou menino de 5 anos é preso; veja vídeo
Brasil tem 69,48% da população com 2ª dose da vacina contra a covid
Professores da educação básica terão reajuste no piso salarial
Papa pede que pais não condenem filhos por orientação sexual
Pastora e cantora gospel Ludmila Ferber morre aos 56 anos
Vídeo: criminoso rouba celular de menino de 5 anos
Governadores decidem prorrogar congelamento do ICMS por mais 60 dias
Aneel confirma resultado de leilão feito em setembro para contratar usinas novas
Chuvas colocam barragens em alerta, 3 anos após ruptura em Brumadinho
Mundo atinge maior média diária de mortes por covid em 4 meses
Diabetes avançou entre os adultos jovens no Brasil
SP: população em situação de rua cresce 31% em 2 anos, mostra censo
OMS na Europa diz que fase de emergência da pandemia pode terminar este ano
De spray a pílula, cientistas já miram 2ª geração de vacinas contra a covid
Ômicron afeta transplante de órgãos e estoques de bancos de sangue
Casa Branca reforça à Rússia que invasão da Ucrânia terá severas consequências
Inep confirma realização do Enem 2022 nos dias 13 e 20 de novembro
Covid-19 cresceu no Brasil no início de 2022, afirma Fiocruz

Publicidade

Viu Essa?

BBB 22: SBT comemora liderança de Tiago Abravanel no reality da Globo
BBB 22: quais são os signos dos participantes do reality?
Confira o resumo das novelas: Nos Tempos do Imperador, Quanto Mais Vida Melhor e Um Lugar ao Sol

Mais notícias


Publicidade