Publicidade

brasilemundo

Paraquedista morto em queda de avião era de Piracicaba

Wilson José Romão Junior era instrutor de saltos e foi uma das vítimas fatais do acidente

| ACidadeON Campinas -

 

Wilson José Romão Junior morreu na queda do avião (Foto: Reprodução/EPTV Campinas)

Um dos paraquedistas mortos após o pouso forçado de um avião em Boituva nesta quarta-feira (11), o instrutor de saltos Wilson José Romão Junior, de 38 anos, era de Piracicaba. A confirmação ocorreu algumas horas após o acidente.

Além de Juninho Skydive, como ele era conhecido, André Luiz Warwar, de 53 anos, também morreu na queda. Além de ser um paraquedista experiente, ele era funcionário da área de tecnologia da Globo, além de também dirigir filmes.

Até às 20h30, ainda não havia informações sobre velórios e enterros. Além das vítimas fatais, o piloto e outros 13 atletas estavam no avião e ficaram feridos. O resgate foi feito por equipes do Corpo de Bombeiros e da PM (Polícia Militar).

O ACIDENTE

O avião caiu em um sítio na zona rural de Boituva, na região de Sorocaba, por volta de 12h40, logo após decolar do CNP (Centro Nacional de Paraquedismo), local com 99 mil metros quadrados e cerca de 20 mil lançamentos por mês.

Uma pena elétrica, no entanto, obrigou o piloto a optar por um pouso forçado. Logo após tocar o solo, no entanto, o avião bateu em um barranco e capotou. 

Não houve registro de incêndio no local. Ao todo, os bombeiros deslocaram cinco viaturas para a área do aciente e o helicóptero Águia da PM (Polícia Militar) prestou apoio.  

 



Mais notícias


Publicidade