Publicidade

brasilemundo

Urso-de-óculos do zoológico de Piracicaba será transferido para santuário

Mudança do urso Juco ocorre após um acordo firmado com o Ministério Público do estado de São Paulo, que apontou problemas no recinto onde o animal vivia

| ACidadeON Campinas -

Juco será transferido para santuário em Joanópolis (Foto: Reprodução/EPTV)
O urso-de-óculos do Zoológico Municipal de Piracicaba, chamado Juco, será transferido nesta sexta-feira (13) para a Aserg (Associação Santuário Ecológico Rancho dos Gnomos), em Joanópolis. 

A mudança ocorre após um acordo firmado com o Ministério Público do estado de São Paulo, que apontou diversos problemas no local onde ele estava vivendo em outubro de 2021. 

A transferência será realizada em uma carreta-transporte da associação, e o animal deverá seguir para o veículo por conta própria. Segundo a prefeitura de Piracicaba, Juco está em seu peso ideal e não tem problemas de saúde. 

"Pensando no Juco, no seu bem-estar e onde ele vai passar o resto da sua vida, o santuário teve essa proposta de melhoria. Ele está bem, mas vai ficar ainda melhor. Essa é a questão, ele poder ficar melhor", comenta o veterinário do Núcleo de Bem Estar Animal do zoológico, Matheus Ferreira dos Santos.  
 
Transferência do urso será realizada em carreta-transporte (Foto: Reprodução/EPTV)
NOVO LAR 

De acordo com o santuário, Juco ganhará um espaço com 2 mil metros quadrados, áreas de contenção, tela ao redor, oca, decks, plataformas, troncos e uma piscina de 20 mil litros. Além disso, o santuário é fechado para visitação pública. 

"Ele vai ganhar um recinto de 2 mil metros quadrados, com uma piscina gigantesca, muita ambientação, brinquedos e vários ambientes. Então, vai parecer que tem muita vegetação e ele vai, com certeza, conseguir desempenhar melhor o papel dele de cavar e brincar", explica Kelly Spitaleti, médica veterinária do santuário. 

O Juco nasceu no Zoológico Municipal de Sorocaba em junho de 2015. Ele foi transferido para o Zoológico Municipal de Piracicaba em agosto de 2018, tendo vivido toda a sua existência em cativeiro. Segundo Spitaleti, isso torna a possibilidade de soltura impossível.

"É um animal nascido em cativeiro. Então, ele não tem chance nenhuma de soltura em vida livre, não existe isso", comenta a veterinária.  

"EXISTIR POR SI" 

Apesar de não estar na natureza, o santuário pretende dar uma vida mais livre ao urso. "A ideia do santuário é que o animal não tenha nenhuma função para o ser humano, de exposição e de procriação. No santuário, o animal vai existir por si, pelo indivíduo que ele é", finaliza Kelly. 

A estimativa é de que o Juco chegue ainda hoje no santuário de Joanópolis. Contudo, o animal deve ser solto apenas amanhã (14), devido ao período necessário de ambientação e adaptação. 
 
Juco nasceu em cativeiro, no Zoológico Municipal de Sorocaba (Foto: Reprodução/EPTV)

Mais notícias


Publicidade