Advogado que agrediu mulher no Cambuí, em Campinas, tem prisão preventiva decretada Advogado que agrediu mulher no Cambuí, em Campinas, tem prisão preventiva decretada

Advogado que agrediu mulher no Cambuí, em Campinas, tem prisão preventiva decretada

Agressão durou quase dois minutos; crime aconteceu em junho, na Rua Emílio Ribas, em Campinas

Imagens mostram homem atingindo a vítima no chão no Cambuí, em Campinas (Foto: Reprodução/EPTV Campinas)
O advogado de 53 anos acusado de espancar uma mulher após uma confusão na saída de um pub no bairro Cambuí, em Campinas, teve a prisão preventiva decretada pelo TJ-SP (Tribunal de Justiça de São Paulo) nesta quarta-feira (3).

O caso aconteceu no dia 24 de junho, na Rua Emílio Ribas. O homem foi flagrado em um vídeo agredindo por quase dois minutos, com socos e pontapés, uma mulher na via do bairro Cambuí (veja imagens abaixo - cenas fortes). 
 
LEIA MAIS 
 
Homem é preso com 600 kg de maconha na Rod. Anhanguera, em Americana 

Tucano é flagrado por câmera em empresa de Campinas; veja vídeo 


<b>Cachorrinha se enrosca em torre de antena e é resgatada em Cosmópolis</b>

Até o momento desta publicação, não havia previsão para o cumprimento do mandado, uma vez que o suspeito não foi localizado durante as investigações e não compareceu à delegacia.

De acordo com o advogado da vítima Herbert Cardoso, o juiz da Vara do Júri de Campinas José Henrique Rodrigues Torres recebeu a denúncia por tentativa de feminicídio e decretou a prisão.

O CASO

De acordo com o delegado titular do 13° DP (Distrito Policial) de Campinas, André Schmutzler Moreira, o inquérito foi concluído e relatado à Vara do Júri depois da investigação do caso, que aconteceu na madrugada do dia 22 de maio.

Segundo ele, a vítima, que tem 42 anos e é investidora, estava em um bar na Rua Américo Brasiliense no início da madrugada de um domingo. No local, esbarrou e derrubou a bebida da esposa do investigado e as duas brigaram.

'Teve um desacerto e uma menina deu uma copada na cabeça da outra, que teve um corte leve. É a mulher do coautor do delito. Aí a moça que deu a copada, o pessoal do bar interviu e falou vai embora, vai embora', detalha Schmutzler.

Nas imagens conseguidas pelos investigadores, a vítima aparece deixando o bar e caminhando pela Rua Barreto Leme. O marido da mulher envolvida na confusão, porém, a persegue por cerca de 400 metros, até a Rua Emílio Ribas.

VÍDEO

No vídeo que mostra as agressões, ele aparece derrubando a mulher com um chute em frente à Escola Estadual Professor João Lourenço Rodrigues. Depois, com ela caída, acerta socos, chutes e pontapés por 1 minuto e 50 segundos.

Na gravação, é possível ver que o homem também puxa a mulher pelo cabelo e a joga contra um muro. Conforme o delegado André Schmutzler, ele só para o ataque depois que dois casais se aproximam e percebem o que está acontecendo (veja abaixo).

'Ele ficou chutando e batendo ela na parede. Até que chegou um casal de carro, entrou no estacionamento e falou para o dono chamar a polícia. Outro casal chegou lá e o homem falou: para de bater. Aí o homem falou: eu estou batendo nela porque ela deu uma copada na minha mulher e foi embora', explica ele. 
 
  
 
LEIA TAMBÉM 
 
<b>Conheça os voos mais longos e o mais curtos no Brasil e no mundo</b>

Mais Notícias

Mais Notícias