Campinas amplia subsídio às empresas de transporte público em R$ 19 milhões Campinas amplia subsídio às empresas de transporte público em R$ 19 milhões

Campinas amplia subsídio às empresas de transporte público em R$ 19 milhões

Valor será de R$ 79 milhões; passagem subiu de R$ 4,55 para R$ 5,15 em janeiro

Subsídio do transporte público de Campinas tem aumento de R$ 19 milhões (Foto: Emdec/Setransp)
A Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas) ampliou o valor do subsídio às empresas e cooperativas que operam as linhas de ônibus da cidade de R$ 60 milhões para R$ 79 milhões.

O decreto que fixa a quantia foi publicado no Diário Oficial desta segunda-feira (1º). O subsídio é o valor que a prefeitura transfere às concessionárias e cooperativas para complementar o custeio do transporte público. 
 
LEIA MAIS 
 
<b>Câmara de Campinas volta de recesso nesta segunda; veja pautas</b>

<b>Homem esfaqueia ex-companheira e faz antiga patroa refém em Valinhos</b>

<b>Campinas lança programa de atendimento veterinário gratuito e móvel</b>

A outra fonte de recurso é a passagem paga pelos moradores que usam o sistema. Em janeiro, a Prefeitura já havia aumentado o preço da passagem do transporte público. 

O reajuste de R$ 4,55 para R$ 5,15 ocorreu após dois anos e meio de congelamento da tarifa e, na época, a administração justificou que houve alta da inflação.

NOVOS ARGUMENTOS

A Administração alega que o novo aumento do subsídio ocorre devido ao reajuste da tarifa em janeiro ter sido abaixo do índice inflacionário e que o cenário atual é de alta no preço os combustíveis.

Os outros argumentos para o aumento são as graves consequências para o sistema de transporte público, decorrentes da perda de passageiros em função da pandemia e a necessidade de operacionalização das linhas do sistema de transporte público nesta etapa pré-licitação do novo sistema e da finalização das obras do BRT.

POSICIONAMENTOS

Em nota, o SetCamp (Sindicato das Empresas de Transporte Metropolitano e Urbano de Passageiros da Região Metropolitana de Campinas) afirmou que o subsídio é destinado para cobrir a diferença do custo do passageiro transportado e o valor da tarifa.

O sindicato ainda informou que a Emdec é o órgão gestor do sistema de transporte e acompanha a evolução do preço do diesel, hoje o principal componente na cadeia de custo do transporte sobre rodas no Brasil.

NOVA LICITAÇÃO

Em junho, a Prefeitura de Campinas definiu um novo cronograma para o transporte público, com previsão da publicação de um edital e de um aviso da nova licitação em outubro.

LEIA TAMBÉM 
 
<b>'PodFalar, Mãe!': novo episódio fala sobre impacto das telas na saúde das crianças</b>

Mais Notícias

Mais Notícias