Frente fria se aproxima e Campinas tem chance de chuva Frente fria se aproxima e Campinas tem chance de chuva

Frente fria se aproxima e Campinas tem chance de chuva

Chegada de frente fria derruba temperaturas e há possibilidade de chuva no fim de semana, mas Campinas já sente alterações nesta quinta; veja previsão do tempo

Dia será de céu parcialmente nublado em Campinas (Foto: Luciano Claudino/ Código 19)
 

A alternância entre o céu parcialmente nublado e o predomínio do sol em Campinas prevista para esta quinta-feira (28) será reflexo da chegada de uma frente fria que promete virar o tempo a partir de amanhã (29) na cidade. 

Além da queda brusca nas temperaturas, há chance de chuva (veja mais abaixo). 

Segundo o Cepagri (Centro de Pesquisas Meteorológicas Climáticas Aplicadas à Agricultura) da Unicamp, essa 'condição de véu' é formada 'por camadas finas e translúcidas de cristais de gelo' a 10 km de altitude. 

'As temperaturas seguem elevadas e com baixa umidade relativa do ar, e a qualidade do ar tende a se deteriorar pelo acúmulo de poluentes. As temperaturas ficam entre 15°C e 29°C', diz o Centro. 

A partir de sexta, porém, o frio deve prevalecer e pode chover em Campinas. 

RETORNO DOS AGASALHOS 

Após as altas temperaturas que colocaram o mês de julho no topo da lista dos mais quentes dos últimos 30 anos em Campinas, o inverno, enfim, deve dar as caras nesta sexta-feira, de acordo com o boletim feito pelo Cepagri da Unicamp. 

'A tendência é de céu parcialmente nublado pela manhã, com aumento na cobertura de nuvens à tarde, pela passagem da frente fria. Os ventos assumem intensidade moderada a forte à tarde, com rajadas ocasionais', detalha o texto. 

Com isso, apesar de começar o dia com 16°C e ter a expectativa de atingir a máxima de 28°C, em níveis semelhantes aos registrados nos dias anteriores, o município pode ter uma queda brusca logo após a chegada da frente fria. 

'O mais provável é que a frente fria chegue à região entre o meio e o final da tarde, o que permite que as máximas cheguem aos 28°C. Caso a frente fria chegue no início da tarde, as máximas ficam em torno de 25°C', diz o Centro. 

O indicativo de acentuado declínio nas temperaturas na madrugada de sábado permanece, resultando em mínimas em torno de 8°C ou 9°C no final de semana, principalmente na madrugada e durante o amanhecer, segundo a previsão

MAS E A CHUVA? 

Conforme o Cepagri, 'há possibilidade de chuva, especialmente entre o entardecer e início da noite, mas não há indicativo de grandes volumes'. 

Portanto, mesmo que ocorra, a precipitação não deve reverter o tempo seco, condição comum nesta época e que tem elevado os riscos à saúde em Campinas. 

Em situações de baixa URA (Umidade Relativa do Ar), a cidade pode ficar em estado de atenção, quando o índice fica entre 20% e 30%, em alerta, de 20% a 30%, ou então em emergência, abaixo de 12%. A decisão cabe à Defesa Civil.  

LEIA MAIS  
 
Acusado de roubar e agredir idosa no Taquaral é preso em Campinas 
 
Justiça mantém preso homem que matou mulher e bebê em SC
 

SÁBADO E DOMINGO 

Questionado pelo acidade on Campinas sobre o tempo até o fim de semana, o meteorologista do Cepagri, Bruno Bainy, revela que a queda brusca nas temperaturas será breve e que a máxima no sábado não deve passar de 24°C. 

'A queda na temperatura é certeira, tanto no sábado (30) quanto no domingo (31). O sábado permanece com temperaturas amenas. Apesar do sol, a máxima não deve passar de 24°C e os ventos vão baixar a sensação térmica', detalha ele. 

No domingo, apesar da temperatura mais baixa pela manhã, os índices sobem ao longo da tarde. Depois disso, a partir de segunda-feira (1º), as máximas em Campinas sobem de forma mais acelerada na comparação com as mínimas. 

UMIDADE BAIXA 

Ainda de acordo com Bainy, os níveis de URA devem se manter parecidos com os registrados até agora. Portanto, devem girar em torno de 30% nos próximos dias. Se ocorrer chuva, no entanto, isso deve mudar pontualmente. 

'A chuva favorece e a umidade deve ficar um pouco mais amena por um dia. A passagem da frente fria causa a troca de ar e o desconforto é minimizado. Ainda assim, o ar polar tem o teor de umidade baixo e a umidade segue baixa', afirma. 

Para a primeira semana de agosto, o meteorologista do Cepagri também espera patamares baixos, em torno de 25%, seguindo a tendência para o inverno. Com isso, a Defesa Civil de Campinas orienta e lista vários cuidados com a saúde: 

- Beber muita água 

- Ter cuidado especial com crianças e idosos 

- Evitar exercícios físicos ao ar livre, entre 11h e 15h 

- Manter os ambientes umidificados com vaporizadores, toalhas molhadas ou recipientes com água 

- Aguar os jardins 

- Sempre que possível, permanecer em locais protegidos do sol, em áreas com vegetação 

- Evitar queimadas que, além de proibidas por lei, prejudicam o meio ambiente e a saúde  

LEIA TAMBÉM 
 
Saiba como fazer uma picanha com cebola recheada no churrasco

Mais Notícias

Mais Notícias