Moradores reclamam de falta de água em quatro bairros de Campinas Moradores reclamam de falta de água em quatro bairros de Campinas

Moradores reclamam de falta de água em quatro bairros de Campinas

Sanasa informou que trabalha para identificar vazamento oculto de água; veja bairros afetados

Moradora reclama de falta de água no bairro Castelo Branco (Foto: Joyce Joy) 

*Esta matéria foi atualizada às 07h48 de quarta-feira (21)

Moradores de Campinas reclamaram de falta de água em Campinas na manhã desta terça-feira (20) em diversos bairros da cidade. Alguns residentes, inclusive, denunciaram a falta do serviço desde domingo (18). Procurada, a Sanasa informou que está trabalhando hoje para encontrar o vazamento oculto, próximo à Avenida John Boyd Dunlop, no Jardim Garcia.

Segundo a empresa, os bairros afetados são: Vila Castelo Branco, Vila Padre Manoel da Nóbrega, Jardim Paulicéia e Jardim Campos Elíseos. Em nota, a Sanasa disse que 'empresa manterá a população informada sobre os andamentos dos trabalhos e a previsão de retorno do abastecimento'.

'A gente está sem água desde ontem. E o pior é que não nos informam quando o serviço vai parar', disse a moradora Joyce Joy, do bairro Castelo Branco. Já o morador José Luis de Almeida, da Vila Padre Manoel de Nóbrega, disse que percebeu uma falta de água desde domingo.  

'Passamos a noite inteira sem água, de domingo para segunda. E ontem também. E hoje estamos sem água ainda. E quando ligamos na Sanasa não sabem dizer o motivo. Nem uma previsão para voltar a água'.

A Sanasa não informou hoje um prazo para o conserto do vazamento oculto, mas disse que as equipes estão atuando no momento para entender a extensão do problema. 'Não temos ainda o tempo para resolver esse rompimento. Mas a solução será ainda hoje. Pode ter sido a movimentação de um caminhão mais pesado, por exemplo. Mas precisamos entender primeiro o que aconteceu', disse o representante da Sanasa Marcos Lodi.  

ATUALIZAÇÃO 

Nesta quarta-feira (21), os moradores informaram que a água voltou por volta de 1h. A Sanasa disse ontem que os  técnicos identificaram, no cruzamento das avenidas Transamazônica e John Boyd Dunlop, o ponto de origem do vazamento que afetou o abastecimento. Uma equipe executou o reparo na rede de 10 polegadas. 

(Com informações da EPTV Campinas)

Mais Notícias

Mais Notícias