Motociclistas protestam em Campinas após morte de motoboy em assalto Motociclistas protestam em Campinas após morte de motoboy em assalto

Motociclistas protestam em Campinas após morte de motoboy em assalto

Ato teve início no Castelo, em Campinas, e seguiu para a cidade de Sumaré; entregador deixou uma filha de 1 ano

Motociclistas protestam contra morte de motoboy em Campinas (Foto: Heitor Moreira/EPTV Campinas)
Motociclistas realizaram um protesto na tarde desta quinta-feira (28) em homenagem ao motoboy que foi morto durante um assalto no Parque Residencial Campina Grande, em Campinas.

O crime aconteceu por volta das 20h de ontem (27) veja detalhes abaixo.

O grupo iniciou o ato hoje na Torre do Castelo, em Campinas, por volta das 16h. Na sequência, os motociclistas seguiram para a Praça Bom Retiro, em Sumaré, e para o cemitério da cidade.

LEIA MAIS 
 
Crise hídrica: Valinhos alerta população de risco de desabastecimento de água 

Alok vem à Unicamp, em Campinas, para roda de conversa com indígenas 

Campinas convoca 100 guardas municipais aprovados em concurso público


O CRIME

<b>Um motoboy de 27 anos foi morto por dois homens durante um assalto na noite de ontem (27), em Campinas. O crime aconteceu no Parque Residencial Campina Grande, por volta de 20h.</b>

Segundo a Polícia Militar, o motoboy, identificado como Diulio Silva Tezza, era de Sumaré e veio a Campinas para fazer uma entrega.

Quando chegou na casa do cliente, na Rua Sérgio Langoni, a vítima foi surpreendida por dois homens que fizeram disparos contra ele e roubaram a motocicleta.

Segundo familiares, Diulio deixou uma filha de apenas um ano. Ele trabalhava no setor de águas e esgoto de Americana e fazia entrega no período noturno. O motoboy receberia cerca de R$ 10 pela entrega de comida feita no endereço onde aconteceu o latrocínio.

INVESTIGAÇÃO

Uma câmera de segurança de uma casa na rua onde aconteceu o crime registrou a movimentação dos criminosos. Dois homens passam a pé na rua, e depois são vistos fugindo com a moto da vítima.

Segundo a SSP (Secretaria de Segurança Pública), policiais militares foram acionados para atender a ocorrência mas ao chegar no endereço indicado, encontraram a vítima já sem vida.

A Polícia Militar fez buscas na região. Um homem de 21 anos foi detido por suspeita do crime, mas acabou solto por falta de provas. Segundo a SSP, ele admitiu que deixou a moto em um condomínio, mas negou ter cometido o crime e será investigado.

O caso foi registrado como latrocínio e apresentado na 2ª Delegacia Seccional de Campinas. A Polícia Civil agora tenta identificar os responsáveis pelo crime. 
 


LEIA TAMBÉM 
 
<b>Endividamento das famílias fica em 52,7% em março</b>

Mais Notícias

Mais Notícias