Aguarde...

Cotidiano

Ocupação de UTI tem nova queda e chega a 73,3% em Campinas

Taxa ontem era de 74,5%; cidade tem 107 leitos disponíveis entre redes pública e privada

| ACidadeON Campinas

Taxa de leitos complexos em Campinas voltou a cair nesta terça (Foto: Luciano Claudino/Código19) 

A taxa de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) para pacientes graves de covid-19 caiu novamente nesta terça-feira (18) e chegou a 73,3%. Ontem, ela estava em 74,5% e, no sábado, 75%.

Com essa ocupação, a cidade tem 107 leitos complexos livres (64 deles na rede privada). Apesar do número, ontem a Prefeitura de Campinas informou que não planeja, por enquanto, fazer um remanejamento para outros tipos de doença.

Dos 402 leitos de UTI exclusivos para pacientes nas redes pública e particular, 295 estão ocupados. Ainda hoje, Campinas anunciou mais 16 mortes, e o total passa de 900.

Em relação aos leitos, a maior ocupação ocorreu hoje no SUS municipal, com taxa de 83,55%. Dos 152 leitos, 127 estão ocupados. Nesta terça, 3 leitos do Hospital Mário Gatti continuam bloqueados para regulação por conta da necessidade de isolamento de pacientes.

Já no SUS estadual - que compreende o AME (Ambulatório Médico de Especialidades) e o HC (Hospital de Clínicas) da Unicamp, a taxa é de 80,64%. São 93 leitos, dos quais 75 estão ocupados.

Na rede particular, de 157 leitos, 93 estão ocupados, o que equivale a 59,24%.

Mais do ACidade ON