Publicidade

cotidiano

Pandemia: Estado irá retornar para a fase vermelha

A medida vale para os dias 25, 26 e 27 de dezembro e nos dias 1, 2 e 3 de janeiro

| ACidadeON Campinas -

Governo do Estado de São Paulo apresenta novas restrições para a quarentena (Foto: Luciano Claudino/Código 19) 

O governo de São Paulo anunciou nesta terça-feira (22) que todo o Estado irá retroceder à fase vermelha do Plano São Paulo de flexibilização da quarentena de combate ao coronavírus. A medida vai valer durante dois períodos: entre os dias 25 (Natal) e 27 de dezembro e entre os dias 1º (Ano Novo) e 3 de janeiro de 2021. A intenção é conter o avanço de casos e mortes por covid-19.  Clique aqui e relembre as regras da fase vermelha.
 
LEIA MAIS 
Covid-19: Campinas tem mais quatro mortes e 608 novos casos
  
Nova linhagem da covid parece mais transmissível, mas não deve afetar vacinas 
Veja a situação do coronavírus nas cidades da RMC

Com a nova restrição, apenas os comércios essenciais, definidos no começo da quarentena, como supermercados, padarias e farmácias poderão funcionar nesses dias entre o Natal e o Réveillon.

Comércio de rua, shoppings, bares, restaurantes, salões, barbearias e academias não poderão abrir as portas nestes dias.  
 
"Não estamos em um período de festa. As medidas trazem esse simbolismo. Precisamos muito da ajuda de todas e todos. Não tenham vergonha de utilizar máscaras e, por melhor que estamos melhor que muitos países do mundo, o vírus não vai embora durante as festas", disse a secretária de Desenvolvimento Econômico, Patrícia Ellen da Silva

Isso ocorre porque todas as regiões estão em alerta e nenhuma vai avançar à fase verde em janeiro. O Estado também informou que uma nova classificação será dada no dia 7 de janeiro.

Nas últimas quatro semanas, o estado de São Paulo registrou aumento de 54% no número de casos positivos de Covid-19. O número de óbitos pela doença aumentou 34% em todo o Estado.

Atualmente, todo o Estado está em fase amarela, a intermediária das cinco gradações. O governo já adiantou que nenhum região irá para a fase verde em janeiro.

ISOLAMENTO

A taxa de isolamento social, uma das principais medidas de prevenção ao coronavírus, registrada no Estado chegou a 45% no domingo - último dado disponível. Um índice considerado positivo pelo governo estadual é acima de 50%.

Em Campinas, esse número chegou em 41%, mas durante a semana despenca e costuma ficar entre 34%.

Mais notícias


Publicidade