Padre afastado por abuso sexual faz convite para missa virtual Padre afastado por abuso sexual faz convite para missa virtual

Padre afastado por abuso sexual faz convite para missa virtual

Ex-pároco de Americana foi afastado após denúncias, e está proibido de realizar qualquer cerimônia religiosa

Padre publicou chamamento nas redes sociais (Foto: Reprodução de vídeo)

O padre Pedro Leandro Ricardo, ex-reitor e pároco da Igreja Santo Antônio de Pádua, em Americana, afastado por denúncias de abuso sexual, publicou nas redes sociais um vídeo convidando fiéis para uma transmissão religiosa on-line.

O vídeo chamava os fiéis para acompanharem uma transmissão de rezas, que aconteceriam durante essa semana, e começaria a partir de ontem (1º). O padre, no entanto, está proibido de realizar qualquer cerimônia religiosa após afastamento pelas denúncias de abuso.  

Em nota, a Diocese de Limeira, responsável pela basílica de Americana, afirmou que notificou o padre nesta quarta-feira, para que ele não produzisse conteúdos digitais e nem publicasse materiais nas redes sociais.  

Segundo Dom José Roberto Fortes Palau, bispo diocesano de Limeira, além de notificado o padre foi também alertado que a desobediência não será tolerada, cabendo punições previstas no Direito Canônico- que vão desde advertência por escrito até, se persistir na desobediência, a abertura de um novo processo, podendo resultar na pena máxima que é a perda do estado clerical.   
 
O CASO

O padre foi afastado em janeiro de 2019, e o processo de investigação foi enviado ao Vaticano, ainda sem resposta por parte de Roma. A acusação, aceita pela Justiça, se refere ao período que o padre atuava em Araras, e cometeu os crimes de atentado violento ao pudor com abuso de autoridade.  

Foram incluídas na denúncias quatro vítimas, sendo que outros dois casos não foram considerados. Entre as denúncias, um homem, que não quis ser identificado, disse que foi obrigado a fazer sexo oral no padre.  

O padre ainda é investigado por casos de abusos sexuais cometidos em Americana. O escândalo veio a tona em janeiro de 2019, quando as primeiras vítimas procuraram a polícia. Após as denuncias, o padre foi afastado das funções no final de janeiro do ano passado.  

Veja o vídeo do convite do padre: 



Mais Notícias

Mais Notícias