Passageiro se recusa a usar máscara e causa confusão em ônibus Passageiro se recusa a usar máscara e causa confusão em ônibus

Passageiro se recusa a usar máscara e causa confusão em ônibus

Caso aconteceu na tarde de ontem na linha 121 em Campinas; usuário disse que 'não estava nem aí' para a covid-19

Negação do uso de máscara gerou confusão entre usuários (Foto: Reprodução de vídeo)

Um passageiro se recusou a usar máscara dentro de um ônibus e causou confusão na tarde de ontem (2) em Campinas. O caso aconteceu na linha 121, que liga o terminal Ouro Verde ao corredor central. 

Segundo os usuários, o homem entrou no veículo com a máscara, mas logo em seguida retirou a proteção, ficando de pé na frente de outros passageiros sem usar o equipamento. 

Questionado, o homem disse que não ia usar a máscara por que não estava 'nem aí para a covid' e ameaçou agredir quem discutia sobre o uso. 

A atitude gerou bate boca entre os passageiros, e o motorista chegou a tentar acalmar a situação e pedir que o homem ficasse na parte da frente do veículo. A briga continuou até que o homem foi convencido a descer do ônibus.  


O QUE DIZ A EMDEC?

Procurada, a Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas) informou que nesse tipo de denúncia, é importante que a população indique o horário, local e prefixo da linha que aconteceu a situação, para que o fato seja apurado.

A empresa ressaltou que desde o dia 4 de maio do ano passado é obrigatório o uso de máscara de proteção para motoristas e passageiros do transporte público coletivo de Campinas, durante o embarque e em todo o trajeto.  

Em caso extremo, o motorista do ônibus deve acionar a Guarda Municipal para as medidas cabíveis. A medida também é válida para táxis e transporte individual de passageiros por aplicativos.

'A Emdec reforça que é preciso que todos colaborem e já saiam de casa usando a máscara, mantendo o uso adequado ao embarcar no ônibus e durante todo o trajeto. Usar a máscara é um ato de respeito e preservação da vida' diz a nota. A empresa ainda disse que vai reforçar campanhas de conscientização.

Mais Notícias

Mais Notícias