Sem caminhada, vídeo homenageia mulheres que tiveram câncer de mama Sem caminhada, vídeo homenageia mulheres que tiveram câncer de mama

Sem caminhada, vídeo homenageia mulheres que tiveram câncer de mama

Vídeo foi idealizado pelo Symetria, um dos apoiadores da Caminhada Laço Rosa, em Campinas

Vídeo contou com cinco mulheres que já passaram pelo tratamento de câncer de mama (Foto: Reprodução)

Tradicional em Campinas, esse ano a Caminhada Laço Rosa não acontece em virtude das limitações impostas pela pandemia do novo coronavírus. No entanto, preocupados em deixar uma mensagem de aceitação e apoio às mulheres que enfrentam a doença, o salão de beleza Symetria, um dos apoiadores da causa, gravou um vídeo em homenagem aos quase 10 anos da campanha na cidade.

Para tanto, o salão convidou cinco mulheres que já passaram pelo tratamento para protagonizarem as filmagens, gravadas de cima da Caravela da Lagoa do Taquaral. De acordo com uma das participantes, a jornalista Adriana Leite, a escolha do local foi assertiva.

'Passar pelo tratamento é como entrar em uma viagem turbulenta, cheia de medos e incertezas, mas que com coragem é possível chegar ao outro lado, chegar a terra firme', comenta.

O vídeo foi idealizado pelo salão e produzido pela produtora Master Vídeos. Essa e outras ações promovidas pelo espaço em prol da causa podem ser conferidas nas redes sociais do Symetria.

'Todos os outros anos a gente fazia uma exposição de foto com essas mulheres, então nesse ano a gente optou por fazer o vídeo. A caravela é um símbolo de muita coragem, de uma época em que as pessoas pegavam esses barquinhos e se jogavam no mar sem saber no que ia dar. E essas mulheres quando são diagnosticadas também precisam ter coragem para enfrentar a doença', destaca Assad Agege, gerente do salão.  



INSTITUIÇÕES

Conforme explica a proprietário do salão, Luciene Carneiro, a participaçãodo Symetria na campanha se deu ao perceberem que a doença se tornava cada vez mais comum entre as mulheres, incluindo algumas clientes do espaço que, ao serem diagnosticadas com a doença, procuravam os profissionais do salão para raspar o cabelo.

>Luciene comenta que em 2011, primeiro ano em que o salão esteve envolvido na causa, ela e os funcionários realizaram várias ações de prevenção à doença, entre elas a divulgação da importância dos exames de mamografia e do auto-toque.

Uma vez engajados com a campanha, Luciene conta que sentiram a necessidade de ajudar financeiramente algumas instituições que apoiavam e trabalhavam em prol do tratamento dessas mulheres.

As entidades escolhidas foram o Caism (Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher) e o Grupo Rosa e Amor, de Valinhos - única instituição na região filiada ao Femama (Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama).

DOAÇÃO DE CABELOS


Além disso, o salão também atua na doação de perucas para as pacientes dessas instituições. 'Hoje o salão é posto de doação de cabelos e recebe mechas de todo o país. Os cabelos são transformados em perucas que posteriormente são doadas às mesmas instituições que apoiam as mulheres da região', revela.

Com o sucesso da campanha de doação de cabelos, novas parcerias foram firmadas e no ano de 2012 ocorreu a 1ª Caminhada Laço Rosa, na Lagoa do Taquaral, cujo objetivo era chamar atenção para a prevenção do câncer de mama.

Desde então, o evento se repete sempre no último domingo de outubro. A última edição, realizada no ano passado, reuniu mais de 3,5 mil pessoas.

A campanha conta ainda com o apoio da Prefeitura de Campinas, da Secretaria de Esportes, além de empresas privadas da região. 'Para o ano de 2021, esperamos que possamos novamente encher a lagoa de pessoas em prol dessa causa', finaliza Luciene. 


Mais Notícias

Mais Notícias