Temporal: balanço aponta 51 quedas de árvore e 8 alagamentos em Campinas Temporal: balanço aponta 51 quedas de árvore e 8 alagamentos em Campinas

Temporal: balanço aponta 51 quedas de árvore e 8 alagamentos em Campinas

Chuvas de ontem causaram diversos estragos na cidade

Estacionamento do Portão 1 da Lagoa ficou inundado (Foto: Luciano Claudino/Código19)
O temporal de ontem (15) causou diversos estragos em vários bairros de Campinas. Segundo levantamento da Defesa Civil, foram 51 ocorrências envolvendo queda de galhos e árvores, oito pontos de alagamento, uma queda de poste, um registro de erosão e um rompimento de uma galeria fluvial.   
>Além dos problemas registrados pela Defesa, vários bairros da região do Taquaral, Chácara Primavera e Centro ficaram sem energia. Teve local que o problema foi resolvido após cinco horas. No bairro Alto Taquaral uma torre de identificação caiu sobre carros (veja mais abaixo). 

De acordo com o balanço do órgão, o maior volume de chuva foi registrado no distrito de Sousas, com 43,6 milímetros de água.

Do total de alagamentos, seis foram registrados em imóveis, e outros dois em vias públicas, sendo um deles na Avenida José Araújo Cunha, na Vila Brandina, e outro na Rua Teófilo Braga, no Jardim Nossa Senhora Auxiliadora.

Já das 51 ocorrências envolvendo queda de árvore ou de galhos em vias, a maioria foram registradas no Taquaral, que teve 20 registros. Houveram outras quedas ainda na Vila, Industrial, Cambuí, Vila Nova, Jardim Londres , Jardim Chapadão, Chácaras Privavera, entre outros.  
Uma placa de publicidade caiu sobre cinco veículos em um Centro Comercial no Taquaral (Foto: Denny Cesare/Código19)

No Taquaral, uma placa de identificação de um estabelecimento desabou e atingiu cinco carros (leia mais aqui). Diversos bairros da cidade ficaram ainda sem energia, sendo que na região do Centro, Taquaral e no Chácaras Primavera moradores registraram ausência de energia por boa parte da noite. O Parque Portugal também chegou a ter árvores caídas e o estacionamento inundado.

Segundo o Cepagri (Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura) da Unicamp, ainda há chances de temporais nesta quarta-feira, e a condição de chuvas recorrentes ainda permanecem nessa semana, o que requer cuidados e atenção aos alertas emitidos pelos órgãos competentes.
 


Mais Notícias

Mais Notícias