Vigilância Sanitária inicia regularização de empresas de alimentos Vigilância Sanitária inicia regularização de empresas de alimentos

Vigilância Sanitária inicia regularização de empresas de alimentos

Projeto visa regularizar empresas que estão atuando clandestinamente

Vigilância quer regularizar estabelecimentos clandestinos (Foto: Denny Cesare/Código19)
O Setor de Vigilância Sanitária de Alimentos de Campinas começou nesta segunda-feira (1º) um projeto de Licenciamento Sanitário das Indústrias de Alimentos. 

Segundo a Prefeitura, o objetivo é regularizar o funcionamento de empresas da área que estão funcionando irregularmente no município, sendo que mais de 100 indústrias desenvolvem suas atividades sem possuir regularização junto à vigilância, de acordo com um levantamento feito pelo serviço em 2020.  

Empresas do setor são classificadas como alto risco e devem possuir Licença Sanitária, a ser renovada anualmente, conforme previsto em portaria municipal. Segundo a Administração, esses estabelecimentos devem ser inspecionados regularmente para verificação das condições de operação e se cumprem com os requisitos de boas práticas.   

COMO VAI FUNCIONAR

As empresas ilegais incluídas no cadastro do Setor de Vigilância de Alimentos serão notificadas por e-mail com todas as orientações para fazerem a regularização junto ao órgão. O prazo será de 30 dias para o início da regularização. Caso contrário, a empresa estará sujeita às sanções previstas nas legislações vigentes.

O processo de investigação para encontrar novas empresas que funcionam sem o licenciamento continua. As empresas que desenvolvem suas atividades de forma irregular e não receberem o e-mail devem se antecipar e entrar em contato com o setor para obterem todas as orientações e iniciarem a regularização.  

O contato é feito pelo e-mail devisa.sanitariaalimentos@campinas.sp.gov.br ou pelo telefone 2515-7134.

Mais Notícias

Mais Notícias