ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Após falta de ambulância, Campinas locará 15 novos veículos

Prefeitura informou que ambulâncias chegam na próxima semana

| ACidadeON/Campinas

 

Samu: falta de ambulâncias prejudicava tempo de resposta de serviço

A Prefeitura de Campinas anunciou nesta segunda-feira (19) que irá locar 15 novas ambulâncias a partir da próxima semana, o que deve sanar a falta de veículos para atendimento do Samu. O problema é investigado por uma comissão da Câmara de Vereadores.

Segundo a nota oficial, o Samu de Campinas passará a locar os veículos, ao invés de comprá-los, o que gerará uma economia de cerca de R$ 1,2 milhão por ano. A mudança na forma de aquisição ocorre por causa do novo modelo de gestão decorrente da criação da Rede Mário Gatti de Urgência, de acordo com o executivo.

O anúncio foi feito na tarde desta segunda-feira pelo presidente da Rede Mário Gatti, Marcos Pimenta, após reunião com os vereadores Luiz Henrique Cirilo (PSDB), José Carlos Silva (PSB) e Filipe Marchesi (PR), que integram a Comissão de Representação do Samu. O contrato, emergencial, será assinado até o final desta semana.

COMO ESTÁ

Hoje o serviço opera com duas ambulâncias para o atendimento básico, três para urgência e emergência e quatro para o transporte. Em uma inspeção feita pela comissão em fevereiro, os vereadores encontraram ambulâncias do suporte básico com os mais variados problemas, desde pneu furado, problemas no câmbio e no freio. A comissão foi montada em fevereiro após uma denúncia que apontou que das 12 ambulâncias de suporte básico, apenas uma funcionava.

A quantidade de ambulâncias do Samu para cada município é calculada com base no número de habitantes. Campinas deveria contar com ao menos 15 ambulâncias, 12 viaturas básicas e 3 avançadas.  



Veja também