ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Parada LGBT deve reunir 15 mil e tem esquema especial de segurança

A Guarda convocou um efetivo de 99 servidores para realizar a segurança e a Emdec irá montar um esquema especial no trânsito

| ACidadeON/Campinas

Evento deve reunir cerca de 15 mil pessoas no Centro de Campinas (Foto: Luciano Claudino/Código19) 

Acontece no próximo domingo (1) a 18º Parada do Orgulho LGBT de Campinas. O evento terá concentração no Largo do Rosário, no Centro da cidade, a partir das 12h. A GM (Guarda Municipal) convocou um efetivo de 99 servidores para realizar a segurança e a Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas) irá montar um esquema especial.

Segundo a publicação no Diário Oficial desta quinta-feira (28), para garantir segurança do público e participantes no decorrer do evento, a GM determinou que 99 guardas deverão se apresentar no domingo, às 11h na Base Operacional da Avenida Moraes Sales.

Eles deverão trajar o uniforme completo, além de estar mundos com tonfa (cassetete), spray agente pimenta individual e demais equipamentos.

MULTIDÃO

A organização estima a participação de 15 mil pessoas. Por volta das 15h, três trios elétricos realizam desfile pelas principais vias do Centro. O itinerário segue pela Francisco Glicério, Dr. Moraes Salles (pista interna), Irmã Serafina (pista interna), Anchieta (pista interna), Benjamin Constant, Francisco Glicério, terminando no Largo do Rosário, com a realização de shows artísticos. A previsão do término total do evento é por volta das 22h.

As ações operacionais da Emdec começam na madrugada de domingo, com reserva de vagas em trechos das vias Dr. Campos Sales, General Osório e Barão de Jaguara, nas imediações do Largo do Rosário. Por volta das 12h, os trios elétricos ficarão estacionados na Avenida Francisco Glicério.

A partir das 13h, dependendo com o número de participantes, ocorre o bloqueio da Avenida Francisco Glicério, entre as vias General Osório e Dr. Campos Sales. Havendo necessidade, também ocorre o bloqueio da Dr. Campos Sales, a partir do cruzamento com a Rua José Paulino.

Agentes da Mobilidade Urbana da Emdec estarão em campo, para realizar as intervenções viárias necessárias e monitorar os pontos de ônibus afetados pelas alterações. A Emdec indica aos motoristas, caso possível, que evitem a circulação pela região, durante a realização do evento.

Veja também