Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Campinas tem um caminhão registrado para cada 29 carros

De acordo com o Denatran, em abril deste ano - último mês disponível, a cidade registrou 20.407 caminhões

| ACidadeON/Campinas

Atualmente, no Brasil estão registradas mais de 11 mil empresas de transporte rodoviário de carga. (Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil) 

A cidade de Campinas tem um caminhão para cada 29 carros de passeios. Os dados são da frota mensal do Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) e para especialistas, esse número mostra que o país precisa pensar em políticas para essa modalidade de transporte.

De acordo com o Denatran, em abril deste ano - último mês disponível, a cidade registrou 20.407 caminhões. Neste mesmo período, Campinas fechou o mês com 600.853 carros de passeios registrados. No sábado (30) foi comemorado o Dia dos Caminhoneiros.

Para a CNT (Confederação Nacional do Transporte) este cenário tem solução. Para que o transporte de mercadorias em centros urbanos seja mais rápido, eficiente e de baixo custo, é preciso aprimorar as políticas públicas de trânsito, investir em infraestrutura, sinalização e fiscalização, ampliar vagas de carga e descarga e aumentar a segurança nas cidades.

O diretor operacional da Transportadora Rodoviário Campinas, Wilson Lopes, afirmou que . o transporte rodoviário enfrenta dificuldades e precisa de uma atenção especial.

"O problema não é somente o baixo valor do frete e a falta de uma política justa para o preço do óleo diesel. O seguimento também sobre com o roubo de carga gerado pela falta de segurança que, inclusive, coloca a vida dos caminhoneiros em risco. Estradas perigosas, dificuldade de tráfego devido à restrição de trânsito com normas e regras que divergem de uma cidade para outra, a indústria de multas e outros fatores implicam neste setor", afirmou.

Atualmente, no Brasil estão registradas mais de 11 mil empresas de transporte rodoviário de carga, setor que representa 60% da circulação de produtos no País.

"Os caminhoneiros são os responsáveis pelo transporte de insumos pelo nosso país. Esta profissão, que antes era o sonho de muitos, está se tornando um desafio e, por vezes, um pesadelo", comentou Lopes.

Veja também