Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

População de Campinas tem crescimento recorde em oito anos

A população da cidade de Campinas cresceu 10,5% em oito anos. O crescimento já é maior do que todos os dados divulgados até hoje pelo IBGE

| ACidadeON Campinas

O crescimento já é maior do que todos os dados divulgados até hoje pelo IBGE (Foto: Divulgação/Prefeitura) 

A população da cidade de Campinas cresceu 10,5% em oito anos. Os números são da estimativa das das populações residentes nos 5.570 municípios brasileiros, com data de referência em 1º de julho de 2018, e divulgadas pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) na tarde desta quarta-feira (29).

O crescimento já é maior do que todos os dados divulgados até hoje pelo IBGE. A divulgação do instituto começou em 1940, e prossegue a cada dez anos. A maior taxa registrada até então foi de 1970 para 1980, com 5,86%.

De acordo com o órgão, em 2010, data do último Censo Demográfico do IBGE, Campinas tinha uma população de 1.080.113. Agora a cidade está com uma população estimada em 1.194.094 habitantes.

OUTRAS

O município de São Paulo continua sendo o mais populoso do país, com 12,2 milhões de habitantes, seguido pelo Rio de Janeiro (6,7 milhões de habitantes), Brasília e Salvador (cerca de 3 milhões de habitantes cada). Dezessete municípios brasileiros têm população superior a 1 milhão de pessoas e, juntos, eles somam 45,7 milhões de habitantes ou 21,9% da população do Brasil.

No ranking dos estados, os três mais populosos estão na região Sudeste, enquanto os cinco menos populosos estão na região Norte. O líder é São Paulo, com 45,5 milhões de habitantes, concentrando 21,8% da população do país. Roraima é o estado menos populoso, com 576,6 mil habitantes (0,3% da população total).

MENOR

Serra da Saudade (MG) é o município brasileiro de menor população, 786 habitantes, seguido de Borá (SP), com 836 habitantes, e Araguainha (MT), com 956 habitantes.

As estimativas populacionais municipais são um dos parâmetros utilizados pelo Tribunal de Contas da União no cálculo do Fundo de Participação de Estados e Municípios e são referência para vários indicadores sociais, econômicos e demográficos. 

Dados atuais são maiores que a taxa de crescimento divulgada até hoje (Foto: Reprodução/PMC)

Mais do ACidade ON