ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Jovem é morta a facada; namorado é o principal suspeito

Camila Souza tinha 24 anos e foi morta em sua casa, na Vila Georgina, em Campinas

| ACidadeON Campinas

Camila Souza foi assassinada na tarde desta sexta-feira em Campinas (Foto: Reprodução/Facebook) 

Camila Souza, de 24 anos, foi morta no início da tarde desta sexta-feira (14) em sua casa, na Vila Georgina, em Campinas. Ela foi atingida por uma facada no peito - o principal suspeito é o namorado dela.

Uma vizinha e amiga de Camila, Larissa Aparecida Barreiro, de 18 anos, viu o corpo da vítima, ainda viva. Ela contou que o irmão de Camila estava em casa e viu que o namorado dela teria cometido o crime.

É o segundo caso de violência contra a mulher com morte em dois dias em Campinas. Nesta quinta-feira (13), o sargento da PM Ricardo Luiz de Sá matou a ex-mulher Fernanda Costa Sá estrangulada e depois se matou, na Vila Esperança.

Camila estava namorando há pouco mais de 15 dias. Uma vizinha, que não quis se identificar, afirmou que Camila havia contado que o namorado atual era muito ciumento e possessivo. "Ela disse que queria terminar, mas ele ficava insistindo. Eu falei pra ela sair fora, que ele não era bom pra ela, mas acho que eles ainda estavam namorando", disse.

Essa mesma vizinha contou que uma vez encontrou Camila e o namorado conversando na rua, quando um carro passou e o companheiro dela "achou ruim" com o rapaz que estava dentro do carro. "Ele (o namorado) começou a xingar o cara dentro do carro, dizendo para ele não cuidar da mulher dos outros. Era muito ciumento", afirmou.  

Movimentação na casa de Camila, na Vila Georgina (Foto: Denny Cesare/Código 19)
HISTÓRICO

Segundo vizinhos e amigos, Camila já sofria agressões de um ex-namorado, que inclusive teria tentado matá-la sufocada. "Ela apanhava, me mostrava as marcas. Uma vez ele entrou no carro com ela e tentou matar", disse uma outra vizinha.

Até a publicação deste texto, o corpo de Camila permanecia em sua casa. A perícia estava no local. O caso deve ser registrado no 5º Distrito Policial de Campinas.  


Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook