Aguarde...

cotidiano

Cresce número de alunos com mais de 50 anos no ensino superior

Em 2017 foram 698 pessoas com 50 anos ou mais ingressantes no ensino superior, sendo 258 na modalidade presencial e 440 no EaD

| ACidadeON Campinas

 

O número de pessoas com 50 anos ou mais que buscam o ensino superior. (Foto: Joelma Sanmelo / UEA/Fotos Públicas)

O número de pessoas com 50 anos ou mais que buscam o ensino Superior presencialmente ou à distância - em Campinas tem crescido nos últimos anos. Entre 2016 e 2017, houve aumento de 3,2% na procura na faixa etária na cidade.  

O dado foi levantado pelo Quero Bolsa, principal plataforma de inclusão de estudantes no ensino superior, ao analisar os micro dados do Censo da Educação Superior 2017.

Segundo a plataforma, em 2016 houve um total de 676 alunos com 50 anos ou mais, sendo 311 no presencial e 365 no EaD (Ensino à Distância). Já no ano passado, foram 698 pessoas com 50 anos ou mais ingressantes no ensino superior, sendo 258 na modalidade presencial e 440 no EaD  

No cenário macro, entre 2010 e 2017, as matrículas no primeiro ano saltaram de 42 mil para 73 mil, um crescimento de 73,6% na quantidade ingressantes com 50 anos completos, segundo a Quero Bolsa. O avanço do EaD foi mais intenso, superando 160% de crescimento no período. Já a modalidade presencial registrou um incremento de cerca de 10% desde 2010.   
 
LEIA TAMBÉM 
Quarta-feira será de tempo quente e pode ter chuva
CP do Ouro Verde: Acusação indica dez testemunhas
Ataques de escorpião em 2018 superam total do ano passado


Essa preferência pelo curso a distância se intensificou após 2014, último ano de forte oferta de contratos de Fies (Financiamento Estudantil).  

OUTROS FATORES
 
Além do Fies, a plataforma atribuiu esse crescimento a vários fatores, como a maior oferta de vagas, gerada pela expansão da rede de ensino ao longo das últimas duas décadas, e a conveniência de cursos de tecnólogos, com duração de dois anos.
Esses cursos atenderiam necessidades práticas desse aluno assim como os cursos à distância.  

O terceiro ponto estaria relacionado ao mercado de trabalho. Aos 50 e 60 anos de idade, a população está ainda muito ativa e é capaz de continuar atuando profissionalmente, mas para permanecer inserido no universo do trabalho, o profissional precisa manter-se qualificado.  

TESTE: EAD OU PRESENCIAL?
 
Para ajudar os alunos a entender qual o melhor tipo de curso para cada um, a Quero Bolsa criou um teste para que o interessado posso avaliar se tem perfil para estudar a distância. O Teste de Perfil EaD pode ser acessado aqui. 


Mais notícias



Mais notícias do ACidade ON