Aguarde...

ACidadeON

Voltar

cotidiano

Aulas começam sem material e uniforme escolar

Rede Municipal não entregou a tempo os dois itens para os alunos em Campinas. Ao menos 65 mil alunos retornam nesta quarta-feira

| ACidadeON Campinas

Aulas na Rede Municipal são retomadas nesta quarta-feira. Foto: Código 19

Alunos da Rede Municipal de Ensino de Campinas voltam às aulas hoje (6) sem uniforme escolar e sem material que só serão entregues na próxima semana. Ao menos 65 mil alunos retornam nesta quarta-feira nas 251 unidades da Prefeitura e conveniadas. São estudantes da Educação Infantil, Ensino Fundamental, EJA (Educação de Jovens e Adultos), Ensino Profissionalizante e Qualificação Profissional. 

A Secretaria de Educação já havia informado sobre o problema no mês passado e disse que já realizou dois pregões eletrônicos para a escolha das empresas que fornecerão tanto o material escolar quanto o uniforme para os alunos matriculados na rede municipal. Mas isso ainda levará alguns dias. 
 
LEIA TAMBÉM 
D. Pedro tem bloqueio próximo a shopping nesta quarta
Quarta-feira de temperatura amena e chuva ao longo do dia


A situação se repete nas unidades do Estado aonde 104,2 mil alunos da rede em Campinas também tiveram atrasos na entrega do material escolar. O governo do Estado assinou o contrato no começo do mês passado, mas a empresa tem até 150 dias para realizar as entregas. As aulas foram retomadas na semana passada.  

De acordo com o Ministério da Educação, todas as escolas têm de cumprir 200 dias letivos. O encerramento das atividades deste ano está previsto para o dia 20 de dezembro. A partir do dia 6 de julho, os estudantes terão um recesso de 15 dias.  

MAIS VAGAS  

Neste ano a secretária de Educação estima que 4.351 crianças estão aguardando por uma vaga na rede infantil que atende crianças com idade de até 5 anos de idade. Apesar do número a pasta informou que este é o menor déficit dos últimos seis anos. Em 2013, eram 9.500, o que dá uma redução de 55%.

Ainda segundo a secretaria, a expectativa é o número continue caindo, uma vez que nos próximos dois anos serão abertas mais seis novas creches, cada uma com capacidade de atender 250 crianças. Serão pelo menos 1.500 vagas a mais.  

As novas unidades serão nos bairros São Domingos, Telesp, Nova Europa, São Luiz, Parque das Cachoeiras e Residencial Flávia. Também está em licitação a reforma e a ampliação do Centro de Educação Infantil (CEI) "Sônia Maria Alves de Castro Perez", no Jardim Maria Rosa, que atenderá 325 crianças.

Mais do ACidade ON