Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Corredor D. Pedro tem o menor número de mortes desde 2009

Em 2018 foram registrados 1.587 acidentes em 2018, redução de 48,9% no comparativo com 2009

| ACidadeON Campinas

O número de feridos foi outro indicador com queda significativa em 2018 (Foto: Divulgação/Rota das Bandeiras) 

O Corredor Dom Pedro completou 2018 com o menor número de acidentes desde o início da concessão, em 2009. Também houve redução do número de feridos e vítimas fatais no mesmo período.

De acordo com estudo recém-concluído pela Concessionária Rota das Bandeiras foram registrados 1.587 acidentes em 2018, redução de 48,9% no comparativo com o início da concessão.  

Em 2010, primeiro ano completo sob administração da Rota das Bandeiras, o Corredor Dom Pedro teve 3.107 acidentes. Ainda em comparação a 2017, quando foram registrados 1.792 acidentes, 2018 apresentou queda de 11,4% no número de ocorrências.

Vale lembrar que o Corredor Dom Pedro conta com 297 km de extensão na ligação entre a Região Metropolitana de Campinas e o Vale do Paraíba, e é formado pelas rodovias D. Pedro I (SP-065) e José Roberto Magalhães Teixeira (SP-083), além de trechos das rodovias Prof. Zeferino Vaz (SP-332), entre Campinas e Mogi Guaçu; Eng. Constâncio Cintra (SP-360), entre Itatiba e Jundiaí; e Romildo Prado (SP-063), entre Itatiba e Louveira.

Outro importante indicador que apontou diminuição em 2018 foi o número de vítimas fatais, que passou de 54, em 2017, para 52, no ano passado. A redução, neste caso, representa 3,7%.

O número de feridos foi outro indicador com queda significativa em 2018. Em 2017, foram 845 pessoas feridas em acidentes. No ano passado, esse número passou para 749, redução de 11,4%. Se forem considerados os dados do início da concessão, a redução chega a 25,3%, já que em 2010, 1.003 pessoas ficaram feridas.