Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Torcedores da Ponte serão julgados pela morte de bugrino

A briga começou após um dérbi envolvendo as categorias de base dos dois times em 2012

| ACidadeON Campinas

Torcedor foi morto em 2012 após um dérbi. Foto: Reprodução EPTV

Hoje (12) acontece o julgamento dos dois últimos torcedores da Ponte Preta acusados de matarem um torcedor do Guarani há 7 anos. Anderson Ferreira de 28 anos foi agredido com pedras e pancadas de barra de ferro e morreu. A briga começou após um dérbi envolvendo as categorias de base dos dois times.  

Em outubro do ano passado a Justiça condenou outros quatro torcedores da Ponte Preta há 19 anos em regime fechado pelo mesmo crime. O júri durou 14 horas. Em novembro outro réu também foi condenado há 19 anos de prisão. Os cinco recorrem em liberdade.

O caso aconteceu em março de 2012 depois de uma rodada dupla entre Guarani e Ponte Preta pelas categorias Sub-15 e Sub-17 no estádio Brinco de Ouro da Princesa. Depois da partida torcedores da Ponte Preta foram escoltados até o estádio Moisés Lucarelli, mas um grupo voltou para a região do estádio do Guarani foi quando a briga começou. O torcedor bugrino foi bastante agredido. Ele ficou internado no Hospital Dr. Mário Gatti mas morreu três dias depois.  
 
LEIA TAMBÉM 
Homem é preso tentando vender correspondências dos Correios
Obras do BRT avançam na John Boyd na região do Jd. Aurélia
Sem chuvas constantes, vazão do Atibaia fica 37% abaixo da média
Frente fria traz chuva e deve mudar o tempo na região
Defesa Civil emite alerta para chuvas em Campinas


Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook