Aguarde...

ACidadeON

Voltar

cotidiano

Campanha oferece exames de prevenção gratuitos no Rosário

População poderá fazer exames de pressão arterial, peso, altura, IMC, teste de urina para detecção de hematúria, leucocitária, nitrito e proteinúria, entre outros

| ACidadeON

População poderá fazer uma série de exames preventivos gratuitamente (Foto:Fernanda Sunega)

Uma campanha de prevenção da hipertensão e a saúde dos rins oferecerá exames gratuitos para a população carente nesta quinta-feira (14), das 8h às 12h, no Largo do Rosário, em Campinas. Os resultados são apresentados na hora e o encaminhamento também é gratuito.

A campanha de saúde dos rins é organizada pelo Instituto do Rim e Hipertensão de Campinas e Clínica Humânitas e conta com apoio da Prefeitura de Campinas. O evento é realizado desde 2007 em reconhecimento ao Dia Mundial dos Rins, que neste ano é celebrado nesta quinta-feira.

Em 2019, além da prefeitura a campanha tem o apoio dos Laboratórios Sabin, da SBN (Sociedade Brasileira de Nefrologia), da ABCDT (Associação Brasileira de Centros de Diálise e Transplante), ISN Internacional e a Sonesp (Associação dos Neurocirurgiões do Estado). 

A população carente e sem acesso direto ao sistema público e privado de saúde poderá fazer exames de pressão arterial, peso, altura, IMC (índice de massa corporal), teste de urina para detecção de hematúria, leucocitária, nitrito e proteinúria, além de verificar índice de glicemia e creatinina. 

"Ao invés de ficar nos postos de saúde aguardando pelo paciente, a campanha vai até ele e antecipa este diagnóstico. Quando se trata de doença renal é fundamental a prevenção. Nós do Instituto queremos dar a população esse acesso aos serviços e tratamentos de saúde antes do problema piorar", comentou o Dr. José Marcelo Morelli, médico nefrologista e presidente do Instituto do Rim e Hipertensão de Campinas.  

ESTATÍSTICAS 

De acordo com dados da SBN, 13% da população está em algum estágio da doença renal crônica. Em Campinas, a cada mil pessoas, uma entra em diálise anualmente. 

Além disso, também em Campinas, cem pessoas entram no programa de hemodiálise seja público ou privado. Hoje, são 1,5 mil fazendo tratamento de hemodiálise, segundos dados do Instituto do Rim e Hipertensão de Campinas.
 
O mesmo índice de doença renal crônica atinge 13% da população brasileira. 70% das pessoas que iniciam o tratamento de diálise pelo SUS (Sistema Público de Saúde) não conseguem evitar a progressão da doença, por falta de equipes multidisciplinares especializadas, acarretando em mortes prematuras e procedimentos de alta complexidade em serviços de urgência e emergência fazendo tratamento de hemodiálise.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON