Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Unicamp apura denúncias de fraude nas cotas étnico-raciais

A instituição não informou quantas seriam as denúncias

| ACidadeON Campinas

 

O Vestibular 2019 foi o primeiro a usar o sistema de cotas. Foto: Código 19

A Comvest (Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp) criou uma comissão para apurar denúncias de suspeitas de fraude nas cotas étnico-raciais de seu Vestibular 2019. Por meio de nota o coordenador-executivo da Comvest, professor José Alves de Freitas Neto, informou que casos de suspeitas de fraude estão sujeitos à análise de uma comissão.

A instituição não informou quantas seriam as denúncias. Mas serão apurados os candidatos que se autodeclararam pretos e pardos, mas que não atendem esses requisitos previstos em lei.  

O coordenador afirmou também que a comissão foi criada para, assegurando o direito de ampla defesa, definir os procedimentos a serem adotados no caso das denúncias.  

Esse foi o primeiro ano que a universidade adotou o sistema de cotas étnico-raciais para o ingresso nos seus cursos. Do total de 3.386 aprovados, 38,2% são autodeclarados pretos ou pardos.

O Vestibular 2019 também ofereceu as opções de ingresso por meio da nota do Enem, do desempenho em olimpíadas científicas e vagas pelo Vestibular Indígena.  

Além disso, a pontuação do PAAIS (Programa de Ação Afirmativa e Inclusão SociaL), para alunos de escola pública no vestibular, também foi ajustada. Além dos índices gerais, a Comvest também divulga recortes por curso. Há, no mínimo, 25% de estudantes autodeclarados pretos ou pardos em praticamente todos os cursos.  

Em relação à participação de aprovados egressos de escolas públicas, os índices variam de 78,1% (em Letras Noturno) a 29% (em Música-Composição) nos diferentes cursos de graduação. Na medicina, o curso mais concorrido do Vestibular Unicamp 2019, o percentual é de 56,4%.  

As denúncias foram geradas por alunos e também pelo movimento negro da universidade.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON