Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Obra na sede da diretoria do Mário Gatti custou quase R$ 1 milhão

Mesmo com a crise na cidade, a presidência do hospital se mudou para uma casa reformada no valor de R$ 830,5 mil

| ACidadeON Campinas

Prédio foi completamente reformado. Foto: ACidade ON/Campinas 

A reforma realizada pela Prefeitura de Campinas em uma casa para onde foi transferida a presidência do Hospital Municipal Doutor Mário Gatti custou R$ 830,5 mil aos cofres públicos. A história foi revelada pelo ACidade ON Campinas no mês passado.

O valor foi confirmado pela assessoria de imprensa da Rede Mário Gatti. Na época da matéria a Administração não informou o custo da reforma, mas afirmou que ela estava prevista no Plano de Obras de 2015 do hospital.

O imóvel da Prefeitura de mil metros quadrados fica na Avenida Amoreiras, a poucos metros do hospital, e abrigava a antiga Ciretran (Circunscrição Regional de Trânsito), desativada há cinco anos.

Antes ele era um sobrado antigo e em mau estado, agora é um prédio com nova fachada, pintura, mobiliário moderno, decoração, carpete de madeira no térreo, piso com porcelanato no segundo andar e ar condicionado em todos os cômodos. O local terá ainda paisagismo na entrada.

O presidente do hospital, Marcos Pimenta, além de funcionários da área de licitações, contabilidade, setor de convênio e área jurídica do Mário Gatti estão há cerca de três meses no novo espaço. Segundo a Rede Mário Gatti, 150 pessoas trabalham no prédio, mas a reportagem do ACidade ON esteve na tarde de terça-feira (19) no local e havia 15 pessoas.

OUTRO LADO

A Rede Mário Gatti informou que a reforma faz parte do Plano Diretor de Obras, de 2015, e foi realizada com "recursos do orçamento de manutenção, além de contrapartidas". Segundo a Pasta, o mobiliário, por exemplo, foi adquirido em contrapartidas. "O paisagismo está sendo feito com mão de obra da Prefeitura e mudas do Viveiro Municipal, sem custos", diz a nota da Administração. Mas não foram informadas quais empresas deram as contrapartidas, nem em quais acordos.

A Saúde informou ainda que o Plano inclui outras obras no complexo hospitalar, como na área de oncologia. A entrega da reforma da área oncológica do Mário Gatti está prevista para daqui 20 meses.