Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Após tragédia em Suzano, Campinas pode proibir armas de brinquedo

A proibição viria por meio de um PL (Projeto de Lei), protocolado nesta sexta-feira (15) na Câmara de Campinas

| ACidadeON Campinas

Massacre na escola em Suzano (Foto: Reprodução) 

Depois do massacre na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, que deixou 10 pessoas mortas (incluindo os dois assassinos) na quarta-feira (13), Campinas pode proibir a venda de brinquedos, nacionais e importados, que sejam réplicas ou simulacros de armas de fogo e armas brancas.

A proibição viria por meio de um PL (Projeto de Lei), protocolado nesta sexta-feira (15) na Câmara de Campinas. A proposta é do vereador Carmo Luiz (PSC). Ainda é preciso que o PL passe por votação em 1ª e 2ª discussão e seja sancionado pelo prefeito Jonas Donizette (PSB).

A ideia é proibir a venda em lojas especializadas, feiras livres e qualquer estabelecimento comercial. Caso esses estabelecimentos continuem vendendo as armas de brinquedo ou simulacros, o projeto prevê advertência, multas e até a cassação definitiva do alvará de funcionamento e da licença, aos que descumprirem a regra.

Na justificativa, o parlamentar destaca que especialistas no assunto aprovam a proposta. Segundo eles, brinquedos educativos como livros infantis e jogos de tabuadas -, são os mais indicados, pois além de não incitarem a violência e ódio, ajudam a estimular no aprendizado e na coordenação motora das crianças.

"Nós não buscamos restringir o universo de lazer tanto das crianças quanto dos jovens. Mas sim de mostrar que a escolha de determinados brinquedos dados às crianças, podem contribuir para um bom ou mal desenvolvimento da suas personalidades. Estamos falando tanto em cultura de paz e, para consegui-la, precisamos colocá-la em prática", afirmou o vereador.

TRÂMITE

O PL será encaminhada para Comissão de Constituição e Legalidade e, se receber parecer favorável, seguirá para votação em Plenário. Não há data ainda para que isso ocorra.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON