Aguarde...

ACidadeON

Voltar

cotidiano

Protesto em defesa da Lava Jato reúne centenas no Rosário

Ato organizado pelo MBL é uma resposta a uma decisão do STF; cerca de 400 pessoas estiveram presentes, segundo a Guarda Municipal

| ACidadeON

Ato organizado pelo MBL é uma resposta a decisão do STF (Foto: Denny Cesare/Código 19)

Um protesto em defesa da Operação Lava Jato ocorreu na manhã deste domingo (17), no Largo do Rosário, no centro de Campinas. A manifestação foi organizado pelo MBL (Movimento Brasil Livre). 

De acordo com a Guarda Municipal, cerca de 400 pessoas participam do ato e não houve registro de ocorrências. Segundo o cronograma do evento em uma rede social, a manifestação teve início às 10h e estava prevista para terminar ao meio-dia. 

Durante o ato, os manifestantes presentes no Largo do Rosário vestiam camisetas com as cores do Brasil e cantaram em hino o nome do ex-juiz da Operação Lava Jato e atual Ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro. 


ENTENDA

O ato é uma resposta ao STF (Superior Tribunal Federal), que na quinta-feira (14) decidiu processos da Operação Lava Jato que envolvam crimes eleitorais devem tramitar na Justiça Eleitoral. Ou seja, casos de caixa dois e corrupção, por exemplo, não serão mais mais julgados pela Operação e devem ser enviados à Justiça Eleitoral.

A decisão é uma derrota para os procuradores da força-tarefa da Lava Jato. Há tempos eles defendem publicamente que processos desse tipo fossem divididos e os crimes comuns permanecessem na Justiça Federal, onde tramitam a maior parte das investigações da operação. 

Com cinco anos de existência, a Operação Lava Jato denunciou 426 suspeitos e fez o pedido de prisão de 267 pessoas. Destas, 155 foram condenadas pela Justiça. A operação é criticada, no entanto, por falta de provas em diversos casos de delação.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON