Aguarde...

cotidiano

PF cumpre mandado contra campineiro por ofensa a STF

Ministro Alexandre de Moraes autorizou operação; Gustavo Silva foi encontrado em casa, em Barão Geraldo, nesta terça-feira (16)

| ACidadeON Campinas

Alexandre de Moraes autorizou operação

A PF (Polícia Federal) cumpriu nesta terça-feira (16) oito mandados de busca e apreensão em São Paulo, Goiás e no Distrito Federal em uma ação que investiga ofensas magistrados da Suprema Corte e informações falsas envolvendo os integrantes do tribunal.
Um dos alvos é um morador da cidade de Campinas.

Gustavo Silva foi encontrado em casa, em Barão Geraldo. Ele disse à EPTV que foi surpreendido pela operação e afirmou que não fez ameaças contra os ministros ou ao STF, mas repostou reportagens do site "O Antagonista" e da revista "Crusoé".

Esses dois veículos de comunicação foram obrigadas a retirar do ar conteúdos que citam o presidente da Suprema Corte, Dias Toffoli, na segunda (15). A operação foi autorizada pelo ministro Alexandre de Moraes, do STF, relator do inquérito aberto em março para apurar o caso.

Além da apreensão de celulares, tablets e computadores, Moraes determinou o bloqueio de contas em redes sociais dos alvos e disse que todos devem prestar depoimento.

EM INDAIATUBA

No dia 21 de março, um Guarda Civil de Indaiatuba foi alvo da primeira operação do inquérito. Na época, a PF cumpriu mandado de busca e apreensão de um computador particular na residência de um funcionário da corporação.

A Guarda Civil de Indaiatuba abriu um procedimento administrativo para acompanhar as investigações sobre um GM que foi alvo.

Mais do ACidade ON