Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Alunos recebem visita de cães terapeutas em Campinas

Ateac usa os animais no tratamento de autismo e em visita a pacientes internados em hospitais

| ACidadeON Campinas

Cães terapeutas visitaram estudantes (Foto: Divulgação) 

Crianças de um colégio de Campinas receberam esta semana visitas dos cães terapeutas do Ateac (Instituto para Atividades, Terapias e Educação Assistida por Animais).

Esses cães ajudam no tratamento de pessoas com espectro autista, de doentes em hospitais, e as auxiliam em instituições como o Hospital de Clínicas, da Unicamp, e os institutos Pestalozzi e Corsini.

"A interação entre animais e humanos contribui muito para a saúde física e emocional dos seres humanos. E é se suma importância conscientizar as futuras gerações sobre os direitos dos animais e a necessidade de convivência respeitosa entre eles e os seres humanos", afirma Célio Tasinafo, diretor do Ensino Fundamental da Oficina do Estudante, que recebeu as visitas.

A ONG Ateac trabalha com voluntários, que palestraram para as crianças da escola. Além da palestra, os pequenos ainda puderam interagir e brincar com os cachorros.

AMOR

A voluntária Elenice Marcolino é membro da ONG há 12 anos - desde que se aposentou como professora - e destaca outro benefício advindo dos bichos. "Eles ensinam responsabilidade, porque pra cuidar de um cachorro, tem que alimentar, dar banho, limpar o xixi e o cocô, levar para vacinar."

De acordo com ela, o "pagamento" do trabalho voluntário compensa, e muito. "A gente aprende muito com eles. Além disso, é uma troca de amor. Eles dão muito amor e o recebem de volta."

O contato dos cães com os alunos encerrou um trabalho interdisciplinar envolvendo a leitura e análise do livro Saga Animal.

O romance infanto-juvenil é narrado pelo personagem Igor, cujo sonho é ter um pet de estimação. Cada bicho da história dispara uma série de dilemas, como o de uma iguana que nos instiga a pensar sobre atos de violência a serem evitados.

Durante a narrativa, Igor conhece vários animais, mas o sonho do menino é ter um cachorro.  

Crianças também puderam brincar com os cachorros (Foto:Divulgação)
MUDANÇA DE VIDA

A Ateac foi fundada pela bióloga Sílvia Jansen, cujo filho, Daniel tem síndrome de Asperger. Com a ajuda da cachorra Luana, ele se tranquilizava e passou a interagir melhor, inclusive, com os humanos. Com o tempo, formou-se em biologia.

E foi com a ajuda de Luana, também, que conseguiu ser o primeiro brasileiro com Asperger a defender uma tese de mestrado. Treinou inclusive a apresentação da tese com a amiga canina.

Com isso, conseguiu um emprego e ser idependente financeiramente.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON