Aguarde...

ACidadeON

Voltar

cotidiano

IFSP de Campinas protesta contra corte de verbas

Ao menos mil alunos esperam pelo novo espaço de aulas

| ACidadeON Campinas

Ato foi plantar árvores no local. Foto: Denny Cesare/Código 19

Professores e integrantes da diretoria do Instituto Federal de Campinas protestaram na manhã deste sábado (11) contra a subutilização do prédio recém-inaugurado no Campo Grande, e que custou aos cofres públicos R$ 15 milhões. Eles fizeram um plantio de árvores no local.  

Ao menos mil alunos esperam pelo novo espaço de aulas. O prédio foi entregue na última semana de forma definitiva. O espaço ainda não conta com equipamentos. Os estudantes atualmente utilizam o Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer (CTI).  

O processo de construção do prédio começou em 2009, mas as obras só tiveram início em 2014, mesmo assim cercada de problemas, inclusive, com paralisação em 2015 por problemas com a construtora contratada. O local só foi entregue definitivamente na semana passada, mas sem expectativas sobre a sua ocupação.  

A estrutura conta com dois prédios, laboratórios de ciência, informática, redes, eletrônica, eletrotécnica, salas de aula, reunião administrativas, além de auditório e refeitório. E está instalado numa área de sete mil metros quadrados, no Satélite Íris.  

Para que o novo prédio passe a funcionar é necessário equipar os laboratórios e salas de aula. E, para isso, segundo a direção do Instituto, os esforços são para a captação de recursos. Não há verba prevista para que esse investimento seja feito. Também não há previsão para que os alunos passem a utilizar o espaço.  

CORTE  

Na última quarta-feira (8), o presidente Jair Bolsonaro confirmou o corte de verbas para os institutos federais. Em Campinas, o corte deve comprometer principalmente as bolsas oferecidas aos alunos.


Mais do ACidade ON