Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Orientador de cientista que forjou diploma critica ex-aluna

Jornal revelou que Joana D'Arc de Sousa falsificou certificado de Harvard. Ela fez a graduação, mestrado e doutorado na Unicamp

| ACidadeON Campinas

Joana D'Arc Félix de Sousa: no centro de polêmica (Foto: Divulgação) 

A notícia de que a cientista Joana D'Arc Félix de Sousa falsificou um certificado de pós-doutorado em Harvard, revelada nesta terça-feira (14) pelo jornal O Estado de S.Paulo, abalou parte da comunidade científica brasileira.

Joana fez a graduação, mestrado e doutorado em química na Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) entre os anos 80 e 90, e transformou a Escola Técnica (ETEC) de Franca em um centro de inovação com pesquisas relacionadas à reutilização do couro na indústria calçadista e uso de materiais alternativos.

O professor José Augusto Rosário Rodrigues, de 78 anos, foi o orientador do doutorado de Joana D'Arc na Unicamp, concluído em 1994. Nesta quarta-feira (15), ele afirmou ao ACidade ON que não sabia da falsificação do diploma, mas que isso não o surpreende.

"Não confio nos resultados dela. Ela fala muito, mas comprova muito pouco", disse Rodrigues, que tem livre-docência desde 1999 pela Unicamp. Atualmente é professor titular do Departamento de Química Orgânica da universidade.

Segundo o professor, Joana D'Arc fez "um bom trabalho" em seu doutorado. "Depois, sempre achei estranho ela ter dificuldade em conseguir passar em concursos para dar aulas em universidades. Sei de alguns casos que isso aconteceu por que o currículo dela tem inconsistências. Nunca foi aprovada", afirmou o professor.

Ele diz que os problemas no histórico de Joana D'Arc aparecem tanto nas quantidade de publicações como nos resultados das pesquisas. "Não confio no currículo dela."

Rodrigues reconhece que Joana D'Arc enfrentou dificuldades, desde a graduação, por sua origem humilde, mas afirmou que a ex-aluna tinha "problemas de relacionamento" com colegas", sem dar mais detalhes.

FILME

A história de Joana D'Arc, que começou a faculdade muito nova e sofreu discriminação por ser negra e pobre, estava sendo transformada em um filme. Ela seria interpretada pela atriz Taís Araújo, que co-produziria o longa.

Nesta terça, o diretor do filme, Alê Braga, disse que vai conversar com Joana para saber sua versão e definir se dará prosseguimento ao projeto.

Ao site da revista Veja, Joana afirmou que não mentiu sobre o diploma de Harvard. "Eu tive orientações à distância. A gente se empolga e acaba falando demais. Mas fica a lição para nos policiarmos", afirmou. 

O QUE DIZ A UNICAMP

Em nota, a Unicamp confirmou que Joana D'Arc fez graduação, mestrado e doutorado na instituição. As datas de ingresso e conclusão são as mesmas disponíveis na plataforma Lattes da pesquisadora: 1983-1986 (graduação); 1987-1990 (mestrado) e 1989-1994 (doutorado). A Unicamp informou ainda que Joana D'Arc já não tem vínculos com a instituição.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON