Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Internações por choques elétricos crescem 28,5% na região

Foram 27 casos no ano passado, contra 21 no ano anterior nas cinco maiores cidades da RMC - Campinas, Americana, Sumaré, Hortolândia e Indaiatuba

| ACidadeON Campinas

PS do Hospital Ouro Verde, em Campinas (Foto: Carlos Bassan/PMC)  
O número de internações no SUS (Sistema Único de Saúde) por choques elétricos cresceu 28,5% entre os anos de 2017 e 2018, de acordo com dados do DataSUS na região de Campinas. Foram 27 casos no ano passado, contra 21 no ano anterior nas cinco maiores cidades da RMC (Região Metropolitana de Campinas) - Campinas, Americana, Sumaré Hortolândia e Indaiatuba.

Além disso, em 2018, em média, 15 pessoas foram internadas por hora no SUS no Brasil decorrência de choques elétricos - muitos deles provocados por instalações mal feitas.

Esse número de casos dobrou nos últimos dez anos no país.De acordo com a engenheira de segurança do trabalho do Grupo A.Yoshii, Larissa Furtado Chionpato, instalações elétricas com dimensionamento inadequado e falta de manutenção estão entre as principais causas de incêndios.

"A periodicidade da manutenção deve ser adequada a cada tipo de instalação. Por exemplo, essa periodicidade deve ser tanto menor quanto maior a complexidade da instalação, levando em consideração a quantidade e diversidade de equipamentos, sua importância para as atividades desenvolvidas no local e a severidade das influências externas a que estará sujeita", ressalta.

INCÊNDIOS EM MONUMENTOS

Incêndios em monumentos alertam para falhas em instalações elétricas - nos últimos, houve uma série de incêndios provocados por falhas nas instalações elétricas: como no caso do Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo, e o Museu Nacional do Brasil, no Rio de Janeiro. Ambos foram provocados por falhas nas instalações elétricas.

Recentemente, e ainda sob investigação, a Catedral de Notre Dame, na França, sofreu severos danos após um incêndio de mais de 12 horas de duração.

COMO SE PRECAVER EM CINCO PONTOS


1º - se existe superaquecimento de fios elétricos ou tomadas;
2º - o disjuntor desarma no quadro elétrico quando ao ligar um chuveiro, por exemplo;
3º - lâmpadas enfraquecendo quando ao ligar o chuveiro elétrico;
4º - fiações desencapadas/expostas;
5º - ausência de aterramento adequado;

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON