Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

John Boyd Dunlop tem novo bloqueio para obras do BRT

As obras serão estendidas para o sentido bairro da via, desde a altura da Rua Benedito Franco até a Rua Luiz Raphael Lot, marginal da John Boyd

| ACidadeON Campinas

Obras seguem em nova etapa nesta terça-feira. Foto: Divulgação/Prefeitura de Campinas

A Avenida John Boyd Dunlop, no Jardim Nova Esperança, sofre hoje (11) mais um avanço das obras de implantação do Corredor BRT (Ônibus de Trânsito Rápido) Campo Grande. As obras serão estendidas para um trecho de cerca de 490 metros da via no sentido Centro/bairro.

A partir desta terça-feira, as obras serão estendidas para o sentido bairro da via, desde a altura da Rua Benedito Franco até a Rua Luiz Raphael Lot, marginal da John Boyd, onde futuramente será construído o novo Terminal Campo Grande. Neste trecho, a pista sentido Centro é que terá duplo sentido de circulação. Uma faixa será provisoriamente destinada ao fluxo no sentido bairro, que retorna à pista original próximo ao Jardim Sul América.

Os trabalhos para implantação do Corredor BRT Campo Grande chegaram ao Jardim Nova Esperança em março, quando houve a interdição de um trecho de cerca de 1,3 km da avenida, na pista sentido Centro, entre o Córrego do Piçarrão e a Rua Benedito Franco. Atualmente, a circulação de veículos é desviada para a pista que dá acesso ao bairro, que provisoriamente ficou com duplo sentido de circulação na extensão em obras. Essa dinâmica segue em vigor.  

Obras seguem em nova etapa nesta terça-feira. Foto: Divulgação/Prefeitura de Campinas
A região recebe a construção de pavimento para os veículos do BRT, novas pistas de rolamento e execução da estação Nova Esperança. Ao final dos trabalhos, toda a extensão em obras, nesta região da Avenida John Boyd Dunlop, terá seis faixas de rolamento, sendo duas no sentido Centro, duas no sentido bairro e uma por sentido para os veículos do BRT, no centro da avenida.

MEDIDAS

Para minimizar os impactos à população e garantir a segurança e fluidez viária, a Emdec (Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas) dá continuidade ao plano operacional de trânsito e transporte adotado na etapa anterior de obras.

A velocidade máxima permitida no trecho impactado será reduzida de 60 para 40 km/h. Os pontos de ônibus existentes na região em obras serão mantidos.

Agentes de trânsito estarão no local monitorando o trânsito e auxiliando na segurança e fluidez da circulação viária. A população pode esclarecer dúvidas pelo telefone 118, o "Fale Conosco Emdec"; ou pelo WhatsApp BRT Agora, pelo número (19) 99830-2019.  

Mapa com o que muda na região do bairro Nova Esperança. Foto: Divulgação/Prefeitura de Campinas

BRT CAMPO GRANDE

O trecho complementar de obras está dentro do Lote 2, Trecho 3, da implantação do BRT, que compreende do Viaduto da Rodovia dos Bandeirantes até o Terminal Campo Grande, totalizando 6,4 quilômetros. A responsável pela execução das obras é a empresa Construcap CCPS Engenharia e Comércio.

O BRT Campo Grande terá 17,9 km de extensão, saindo da região central, ao lado do Terminal Mercado, seguindo pelo leito desativado do antigo VLT, Avenida JBD, passando pelo Terminal Campo Grande e chegando ao Terminal Itajaí. Os três corredores BRT do município Campo Grande, Ouro Verde e Perimetral têm custo total de R$ 451,5 milhões. São 36,6 km de corredores, com previsão de conclusão total em meados de 2020.

Comentários

"O site não se responsabiliza pela opinião dos autores. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do ACidade ON. Serão vetados os comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. ACidade ON poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios deste aviso."

Facebook

Mais do ACidade ON