Aguarde...

ACidadeON Campinas

Campinas
mín. 20ºC máx. 36ºC

cotidiano

Doria quer que família de aluno pague depredação em escola

A ação será feita através de um PL (Projeto de Lei) com adoção de medidas de promoção a segurança e proteção de professores

| ACidadeON Campinas

(Foto: Divulgação/Estado de SP) 

O governador João Doria (PSDB) quer responsabilizar alunos e, se necessário, os responsáveis por alunos com menos de 18 anos que causarem dano ao patrimônio público escolar. Ele já anunciou que irá reforçar o patrulhamento em unidades de todo o Estado.

A ação será feita através de um PL (Projeto de Lei) com adoção de medidas de promoção a segurança e proteção de professores e demais servidores que atuam nas escolas estaduais de São Paulo.

O projeto também estabelece medidas com fins educativos e disciplinares em consonância com o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).

"Aluno que depredar escola pública vai ter que pagar. Não importa qual seja a sua condição socioeconômica, onde ele viva ou qual escola. Se ele não pagar, ele será penalizado judicialmente. Faremos um chamamento aos pais para que eduquem os seus filhos e comandem as suas famílias para formar uma nova geração de estudantes que trabalhem e respeitem as pessoas e o patrimônio público", afirmou Doria.

AMBIENTE ESCOLAR

Serão contratadas equipes multidisciplinares para dar apoio às escolas de 28 diretorias de ensino, que compreendem toda a capital e região metropolitana. No total, serão contratados 56 psicólogos e 28 assistentes sociais para as diretorias, além de um psicólogo supervisor dos trabalhos. O investimento anual será de R$ 8,3 milhões.

A Secretaria da Educação também vai elaborar uma cartilha com orientações de segurança para toda a rede escolar do Estado. Esse regimento comum escolar terá regras compulsórias, com direitos e deveres, e não apenas facultativas, como acontece atualmente.

Mais do ACidade ON